Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Campas: Vong In Fai acusa Coutinho de violação da lei
Terça, 11/06/2013

O deputado Vong In Fai acusou hoje Pereira Coutinho de violar o regimento da Assembleia Legislativa, ao levar à Assembleia Legislativa o caso relacionado com as campas. “Há que cumprir a legislação local, o Código de Processo Penal e o Código Penal, inclusivamente o dever de sigilo e o segredo de justiça. Creio que o senhor deputado violou o regimento da Assembleia Legislativa”, disse o também advogado depois da intervenção de Coutinho no período de antes da ordem do dia.

 

O presidente da Associação de Trabalhadores da Função Pública de Macau respondeu à acusação, alegando que só exerceu o direito à liberdade de expressão e que respeitou o segredo judicial. Deixou, porém, um apelo ao Executivo: “Se verificar que há algumas incertezas ou inverdades naquilo que afirmei hoje, espero que o Governo as aponte para que eu as possa corrigir”.

 

Na interpelação que fez, Pereira Coutinho voltou à carga com a questão das campas para pedir ao Chefe do Executivo que assaque responsabilidades a Florinda Chan.

 

“A responsabilidade na demora na entrega de documentos ao Ministério Público deveria ser também assumida politicamente pela secretária para a Administração e Justiça”, disse. “A demissão do presidente do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais do cargo de membro da Comissão dos Assuntos Eleitorais da Assembleia Legislativa descredibilizou e prejudicou a imagem do Governo, devendo o Chefe do Executivo assacar as responsabilidades da número dois da hierarquia do Governo de Macau.”

 

Pereira Coutinho considera que se Chui Sai On não retirar ilações do alegado envolvimento de Florinda Chan na demora da entrega ao Ministério Público dos documentos sobre o Cemitério São Miguel Arcanjo, então o Governo não terá moral para exigir aos trabalhadores da Administração que cumpram a lei.