Em destaque

18 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20602 patacas e 1.1314 dólares norte-americanos.

Paul Pun critica regras da Comissão Eleitoral
Terça, 04/06/2013

As regras da Comissão Eleitoral são rígidas e impedem a defesa das candidaturas, lamentou hoje, à Rádio Macau, o secretário-geral da Caritas. Paul Pun confirmou a intenção de avançar na corrida à AL porque, diz, quer ser uma voz imparcial mas também porque sentiu uma onda de fundo. “As pessoas que votaram em mim nas últimas três vezes pediram-me e encorajaram-me a avançar. Eu ainda acho que isto é um processo, um processo que sinto ainda não acabou. Acho que é importante que haja uma voz independente na comunidade”, afirmou.

O católico insiste na corrida depois de, nas legislativas de 2001, 2005 e 2009, ter ficado longe da Assembleia Legislativa. Quer ser uma voz independente mas, lamenta, sente-se impedido pelas regras da Comissão Eleitoral de justificar a candidatura e defender as suas ideias. “As imposições da comissão eleitoral não me permitem promover a plataforma. Só posso dizer que espero ser uma voz independente de todas as pessoas e cidadãos de Macau, e gostaria de expressar estas preocupações de uma perspectiva independente”.