Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Macau continua a ter menos médicos do que o recomendado
Sexta, 31/05/2013

No final de 2012, Macau tinha 1482 médicos, ou seja, 2,5 médicos por cada mil habitantes – a mesma situação verificada em 2011 –, um número abaixo da recomendação da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), que defende 3,1 médicos por cada milhar de residentes.

 

De acordo com os dados oficiais revelados, hoje, pelos Serviços de Estatística e Censos, no ano passado, havia em Macau 1751 enfermeiros, o que dá uma média de 3 enfermeiros por cada mil habitantes.

 

Em 2012, nos quatro hospitais do território havia 1354 camas de internamento, o que representa um aumento de 132 camas em relação a 2011. Também o número de pacientes internados aumentou 9,6 por cento para 48 mil. Já a taxa de ocupação de camas de internamento atingiu os 70 por cento.

 

Nos hospitais, foram prestadas 1.371.000 consultas externas e 430 mil serviços de urgência, traduzindo aumentos de 4,6 por cento e de 8 por cento, respectivamente, em relação a 2011. Efectuaram-se, ainda, 110 mil atendimentos no serviço de urgência na ilha de Taipa, equivalentes a uma subida significativa de 46,5 por cento.

 

No final de 2012, havia 675 estabelecimentos de cuidados de saúde primários onde se realizaram 3.404.000 consultas, isto é, mais 1,8 por cento face a 2011.