Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Terça-feira)
Terça, 28/05/2013

O relatório da auditoria à fiscalização dos Serviços de Tráfego e a chegada do caso das campas ao Tribunal de Última Instância alimentam as manchetes da imprensa portuguesa de hoje.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Va Kio revela que o Governo vai aumentar os montantes dos cinco subsídios (desemprego, doença, nascimento, casamento e funeral). A decisão entra em vigor no dia 1 de Junho. Outra notícia refere que Chui Sai On pediu às autoridades melhoramentos na rede de drenagem e no mecanismo de publicação de informações de chuvas torrenciais. O Chefe do Executivo falou ainda dos estudantes não residentes que fiquem em Macau a trabalhar. Diz Chui que esta medida não vai afectar o emprego dos residentes.

 

No Ou Mun, o relatório de auditoria à fiscalização e controlo aos serviços de autocarros da DSAT ocupam grande destaque. A actuação da DSAT nesta matéria é insuficiente. Entre outras acusações sérias, o relatório afirma que existem autocarros que não têm qualquer registo de tomada e largada de passageiros durante a circulação. Em reacção ao documento, a DSAT vai acompanhar de forma activa o parecer de auditoria reforçando o controlo dos serviços de autocarros.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

Na Ou Mun Tin Toi ouviu-se hoje o Coordenador do Gabinete de Estudo das Políticas do Governo da RAEM. Lao Pun Lap diz que a admissão de quadros qualificados deve corresponder à diversificação adequada da economia de Macau. Ainda assim, Lao Pun Lap diz que Macau precisa de manter uma reserva de talentos para assegurar a diversificação da economia.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Hoje Macau classifica em manchete “Triste sina”, numa referência ao desagrado de Marinho e Pinto, Bastonário da Ordem Portuguesa de Advogados, com a suspensão do protocolo entre a corporação portuguesa e a sua homóloga de Macau. O jornal chama ainda à primeira página o caso das campas e as declarações, a propósito, de Pereira Coutinho dizendo que Florinda Chan vai ser julgada.

 

O Jornal Tribuna de Macau diz em manchete “Sete no tiro de partida para as legislativas”, na sequência da apresentação dos pedidos de reconhecimento das comissões de candidatura às eleições de Setembro. Outro destaque do jornal vai para o relatório da auditoria à fiscalização dos autocarros públicos pela Direcção dos Serviços de Assuntos de Tráfego.

 

O Ponto Final também segue o mesmo assunto. “Roda livre” é o título com uma fotografia de autocarros em fundo, mas a manchete é sobre as declarações do deputado Pereira Coutinho. “Campas no TUI”, diz o jornal, referindo-se à confirmação pelo Ministério Público da existência de um processo relacionado com as campas no Tribunal de Última Instância.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Business Daily entrega a manchete à posição da Associação de Pequenas e Médias Empresas sobre o recrutamento de pessoal não residente. As quotas de contratação ao exterior devem corresponder às necessidades da economia, afirma a associação. O jornal dá ainda conta dos preparativos da empresa de David Chow, a Macau Legend, para a entrada na Bolsa de Hong Kong.

 

O Macau Post Independent reporta os resultados da auditoria à DSAT: “Relatório de auditoria arrasa supervisão ao serviço de autocarros”. Metade da primeira página é dedicada à visita do primeiro-ministro chinês Li Keqiang à Alemanha. O dignitário chinês quer conversações com a União Europeia sobre o comércio de painéis solares.

 

O Macau Daily Times fala em grande espaço das críticas do Comissariado da Auditoria à DSAT. Na parte inferior da primeira página, o jornal dá notícia da candidatura de sete listas às eleições directas de Setembro.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

O China Daily faz manchete com a visita de Li Keqiang à Alemanha: “Li abre caminho ao investimento alemão”. Na primeira página, com grande foto, o jornal destaca ainda a visita do conselheiro americano para a Segurança Nacional, Thomas Doilon, a Pequim, recebido por Xi Jinping no Grande Palácio do Povo.

 

No Standard, a primeira é feita de publicidade. Já na segunda página, o título prende-se com questões de desigualdade de género – “Mulheres ainda ficam para trás”.

 

O South China Morning Post publica uma foto de Li Keqiang com a chanceler alemã Angela Merkel, em Berlim. Os dois governantes sorridentes para o título: “Alemanha contra taxas da União Europeia à China”.