Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Quinta-feira)
Quinta, 23/05/2013

A aprovação, por maioria, de um debate sobre a protecção de Coloane na Assembleia Legislativa e o rescaldo do mau tempo de ontem fazem as primeiras páginas da imprensa portuguesa.

 

Jornais de Macau em língua chinesa 

O Va Kio entrega o destaque da edição ao mau tempo que se fez sentir nos últimos dias. Diz o jornal que o Corpo de bombeiros recebeu 105 casos de pedido de apoio. A chuva manteve-se ininterrupta durante nove horas e a pluviosidade atingiu os 300 mm por metro quadrado, o recorde dos últimos 30 anos. 

 

No Ou Mun, hoje, as primeiras duas páginas são dedicadas à publicidade mas o jornal dedica também grande espaço à chuva torrencial de ontem, a mais intensa dos últimos 31 anos causando graves inundações na península de Macau e na Taipa além de graves condicionamentos ao trânsito. Muitos veículos ficaram avariados, houve motociclos que flutuaram, e lojas inundadas. A Direcção dos Serviços Meteorológicos e Geofísicos diz que é possível, até fim do mês, haver mais situações deste género. 

 

Canal chinês da Rádio Macau 

No Ou Mun Tin Toi ouviu-se, esta manhã, que Taiwan recusa a entrada de uma delegação de investigação filipina ao caso do pescador assassinado. Outra notícia refere-se à vista do primeiro-ministro chinês a Islamabad. Li Keqiang diz que a China quer estabelecer um “corredor económico” com Paquistão. 

 

Jornais de Macau em língua portuguesa 

O Hoje Macau faz a primeira página com o mau tempo que assolou o território. “Maio, águas mil” é a manchete. É o segundo caso de caos este mês conta o jornal com reportagem fotográfica nas centrais. O diário fala ainda da luz verde das Obras Públicas a um edifício de doze andares na Calçada do Gaio. 

 

O Ponto Final também entrega grande atenção ao mau tempo. “Debaixo de água” nota um título com fotografia a dar conta das inundações que se viveram em vários pontos da cidade. A manchete refere, porém, a inesperada unidade que, ontem, se viveu na Assembleia Legislativa que aprovou um debate sobre a importância de criar uma zona verde em Coloane. Por isso, a gorda, “Unidos a discutir Coloane”. 

 

O Jornal Tribuna de Macau puxa para a manchete “Aceite debate público para discutir Coloane”. Proposta dos democratas vence na Assembleia Legislativa. O maior destaque é dado, porém, aos Dóci Papiaçam que celebram este ano vinte anos de idade. A fotografia mostra excerto de um ensaio da nova peça que o grupo preparou para estrear no Festival de Artes. 

 

Jornais de Macau em língua inglesa

O Business Daily dá manchete a um relatório da agência de notação Ficht, “Macau pode ser vítima do sucesso do jogo”. Outra not+icia na capa do jornal. Antigo dirigente do Las Vegas Sands, Bill Weidner, dirige casino nas Bahamas.

 

O Macau Daily Times publica na primeira página imagens da tempestade que se abateu, ontem, em Macau. A manchete é sobre a luz verde dada ontem na Assembleia legislativa à proposta dos democratas de discutir uma zona verde em Coloane.

 

A mesma notícia está na manchete do Macau Post Independent. “Deputados aprovam proposta para debater proetcláo de Coloane” é a manchete. Na primeira, o jornal publica também um carro do lixo apanhado pelas cheias.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

O China Daily continua a acompanhar o périplo do primeiro ministro chinês à India e ao Paquistao. Na primeira pagina em grande espaco, agora ja em Islamabad, caras sorridentes na foto de Li Keqiang e do presidente paquistanes, Asif Ali Zardari e o titulo China e Paquistao prontos para estreitar relacoes.

 

O South China Morning Post continua  dar atenção à história das supeitas de fraude na Bolsa de Comércio de Hong Kong e, por isso, a manchete “Detido quarto supeito nas investigações policiais ao caso da Hong Kong Mex”.

 

A primeira do Standard é feita de publicidade. A primeira notícia fala de educação: “A maioria dos candidatos a professores falham nos testes de inglês”.