Em destaque

18 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20602 patacas e 1.1314 dólares norte-americanos.

Vizeu Pinheiro: Macau precisa de um presidente de câmara
Segunda, 20/05/2013

 

Macau precisa de um presidente de câmara. É o que defende Francisco Vizeu Pinheiro. Em vésperas do arranque de uma grande conferência no Cotai sobre jogo, turismo e lazer, o arquitecto que prepara uma comunicação sobre os limites da capacidade turística de Macau, disse em entrevista à Rádio que é necessária mais coordenação entre os departamentos do Governo e um gestor com visão para a cidade.

Por exemplo, um presidente de câmara. “Uma coisa que Macau não tem e que falta é um presidente de câmara que é quem decide, ou pelo menos, ouve a população. São os mayors que tornam a cidade mais atractiva”, afirmou o arquitecto. “Nós não temos um mayor com uma visão para Macau para os próximos dez ou vinte anos, independente dos interesses económicos, imobiliários.” 

Vizeu Pinheiro adiantou ainda que “Macau ainda tem mais capacidade para acolher turistas. É uma questão de valorizar outros locais da cidade”. Tudo depende da gestão política. “Podemos comparar Macau a uma pessoa que está obesa, precisa de uma dieta. A saturação dos pontos turísticos é muito pontual. É há outras zonas que estão ás moscas. É um problema de gestão mas descobrimos que há mais capacidade” de acolhimento.

Por exemplo, acrescentam, em zonas até agora esquecidas como a zona da avenida Coronel Mesquita. “Tem dois templos, tem as casas portuguesas, tem o Armazém do Boi, tem a zona de Mong Ha com a fortaleza. Este circuito pode-se fazer a pé ligando o reservatório ou a Guia e o Fisherman's Warf em 45 minutos. E nas casas portuguesas podem-se fazer bares, cafés”, sugere ainda.