Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Património: Lei revista até Julho
Quinta, 16/05/2013

Mais dois meses e a revisão da lei do património fica concluída, pelo menos nesta primeira fase. Foi a garantia dada pelo deputado Cheang Chi Keong, presidente da comissão que está a rever a lei, e que hoje discutiu o capítulo dedicado ao património imaterial. Uma discussão em que esteve presente o presidente do Instituto Cultural, que ouviu os deputados defenderem critérios rígidos de classificação do património intangível.

 

Segundo Cheang Chi Keong, “para efeitos de inventariação, os critérios têm de ser mais rigorosos”. “A reaccção do Governo a esta ideia é positiva porque a inventariação tem de ser decidida em Macau. E se quisermos integrar esse património na lista de património imaterial da China, isso tem de responder a requisitos muitos rigorosos e de acordo com a lei chinesa”, prosseguiu o deputado. “Se os critérios não forem rigorosos, podem surgir muitos pedidos de inventariação”, alerta.