Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Arquitecto português inaugura exposição em Macau
Sexta, 10/05/2013

Inaugura hoje a exposição "R inovar a tradição" do português Pedro Campos Costa. O arquitecto, que expõe pela primeira vez em Macau, traz produtos de design feitos em cortiça e cartão.

 

A mostra destaca quatro produtos de design, dois objectos em cortiça e outros dois em cartão. “Vão estar expostos candeeiros em cortiça, dois ‘rollings’ em cartão e um objecto um bocadinho maior em cortiça a que nós chamamos de feijão”, disse Pedro Campos Costa, à Rádio Macau.

 

O arquitecto realça que usa uma cortiça especial como elemento fundamental do seu trabalho. “O material tem uma característica muito interessante por ser totalmente ecológico. Isto é, uso a primeira parte da cortiça, que foi só prensada através do vapor de água. Não é muito normal estes produtos de decoração serem feitos com esta cortiça, normalmente são feitos de cortiça já com colas ou com compósito ou com resinas”, explicou.

 

Sobre o processo de produção, Pedro Campos Costa refere que tudo começa no computador. “São objectos que são desenhos em tecnologias CAD/CAM [Computer Aided Design/Computer Aided Manufacturing], ou seja, em computador e depois produzidos com fresas, com computação, digamos. Esta é um bocado a singularidade deles, são produtos artesanais, mas que são produzidos industrialmente”.

 

Os objectos de decoração são produzidos industrialmente pela Sofalca SA. Quem estiver interessado pode adquirir os produtos de design de Pedro Campos Costa já em Macau. Cerca de 50 peças estarão à venda no local da exposição, a preços que rondam as 500 patacas.

 

A inauguração da mostra "R inovar a tradição" está marcada para as 18.30 horas, no Albergue da Santa Casa de Misericórdia. A exposição de Pedro Campos Costa está incluída na iniciativa "This Is My City", da associação cultural +853, realizada em conjunto com os Lines Lab.