Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Comparticipação pecuniária: Cheques a partir de Julho
Sexta, 03/05/2013

Entre dois de Julho e 13 de Setembro, vão começar a ser atribuídas as compensações pecuniárias. Já se sabiam os valores: oito mil patacas para os residentes permanentes, 4800 para os não permanentes, um aumento de 14,3 por cento face ao ano passado. 

 

O anúncio foi feito, esta tarde, pelo porta-voz do Conselho Executivo, Leong Heng Teng, que justificou a decisão dos cheques, este ano, serem distribuídos a partir de Julho com a inflação e a conjuntura económica. Os primeiros a receber no dia 2 e 4 de Julho são os docentes com subsídio directo, estudantes do superior com bolsa de estudo, os aposentados e idosos. Seguem-se depois, na segunda semana de Julho, os funcionários públicos e os restantes beneficiários segundo a data de nascimento. No total, o encargo é de cerca de 4 mil 886 milhões de patacas. 

 

Leong Heng Teng rebateu as críticas a esta política e reiterou a intenção do Executivo continuar com o plano de comparticipação.“Não há nenhuma intenção de não continuar com este plano de comparticipação pecuniária. Esta política é muito clara”, garantiu o porta-voz. ”O Chefe do Executivo também já frisou, constantemente, a necessidade de partilha dos frutos com a sociedade. Esta partilha não incide, somente, na partilha dos cheques. Pelo contrário, é consubstanciada através de outras medidas. Por exemplo, no investimento da educação, no regime de segurança social, no apoio aos idosos. Há várias vertentes em que a administração pretende melhorar a qualidade de vida da população”, adiantou ainda Leong Heng Teng.