Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Coutinho: AL depois das eleições vai “ficar na mesma”
Sábado, 27/04/2013

Pereira Coutinho acredita que a Associação Novo Macau vai conseguir eleger mais um deputado nas eleições de Setembro. Ainda assim, a Assembleia Legislativa (AL) não vai sofrer grandes alterações em termos de posicionamento político.

 

“[A AL] Vai ficar na mesma. Vai ficar mais empresarial e vai ficar também um pouco democrática, porque os democratas vão pôr lá quatro deputados. A dúvida está se eu vou conseguir ter dois porque, se isso acontecer, são dois independentes, quatro democratas e [o resto] tudo empresarial. Porquê? Porque o sistema é esse – enquanto não tivermos avanços no processo democrático, não vamos ter deputados que sejam responsáveis perante a população”, diz o deputado.

 

Coutinho insiste que a fórmula 2+2 “foi um passo atrás”. Perante esta perspectiva de um cenário igual ao de hoje – e que faz com que, por exemplo, o deputado não consiga levar por diante os projectos de lei que apresenta – a pergunta: por que quer o presidente da Associação de Trabalhadores da Função Pública de Macau continuar na Assembleia? Na resposta, Coutinho explica que aquilo que o mantém “contente, alegre e muito confiante é o facto de ser diferente”. “Sou um homem diferente na Assembleia. Tenho o monopólio de ser diferente. Nem sou democrata, nem sou empresário. Sou uma pessoa diferente.”

 

Pereira Coutinho acredita que, por ser diferente, vai conseguir eleger o número dois da Nova Esperança nas próximas eleições. O deputado é o convidado desta semana do programa Rádio Macau Entrevista, transmitido hoje e que está disponível neste site.