Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Sexta-feira)
Sexta, 26/04/2013

A deslocação de Fernando Chui Sai On à Assembleia Legislativa domina as primeiras páginas dos jornais de Macau. O Chefe do Executivo abordou ontem, no plenário, vários temas, com a imprensa a destacar a habitação e a questão dos recursos humanos.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O jornal Ou Mun, hoje com uma primeira página dedicada à publicidade, dá destaque, no interior, à deslocação de Fernando Chui Sai On à Assembleia Legislativa. O Chefe do Executivo disse que podem ser construídas cerca de 43 mil fracções nos novos aterros e revelou que o Governo deu início aos procedimentos administrativos para declarar a nulidade da concessão de 28 terrenos abandonados. Em foco ainda no jornal a visita à China do Presidente francês. François Hollande encontrou-se ontem com Xi Jinping.

 

O Va Kio puxa para a primeira página vários casos de polícia. Um dos casos envolve um casal que é suspeito de chantagear a antiga namorada do homem com um vídeo. A Polícia Judiciária deteve ainda um indivíduo de Hong Kong que é suspeito de tráfico de droga. O jornal conta também que um oculista é suspeito de vender produtos falsos.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

Na manhã informativa do canal chinês da Rádio Macau está em destaque a situação em Sichuan. A Ou Mun Tin Toi diz que uma estação de fornecimento de água está com problemas e foi suspensa a actividade. Na actualidade internacional o destaque é para os Estados Unidos, que dizem que a Síria pode ter usado armas químicas.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

“Humanidade ‘depende do que a China fizer’”, escreve o Ponto Final. É o que defende “José Eduardo Martins, advogado especialista em ambiente que, no sábado, debate a sustentabilidade na Fundação Rui Cunha. O mundo depende “do que fizer a China”, a quem se pede que lidere “pelo exemplo”, apostando na oportunidade da economia verde”.  No outro grande destaque, Fernando Chui Sai On, “Franco e dedicado”. O Chefe do Executivo, diz o Ponto Final, transmitiu ontem à Assembleia Legislativa que essa é a forma como deseja ser recordado.

 

No Hoje Macau, lê-se na manchete que “Ridículo não mata” – rede de Internet sem fios disponibilizada pelo Governo nos espaços públicos bloqueia o acesso ao jornal desportivo português A Bola. Noutro título em destaque lê-se que o novo campus da Universidade de Macau está atrasado: “Ilha da Montanha pode ser realidade apenas em 2014”. Ainda em chamada de capa a deslocação do Chefe do Executivo à Assembleia Legislativa: “Chui Sai On promete mais fiscalização” ao investimento público.

 

O Jornal Tribuna de Macau publica uma fotografia de Fernando Chui Sai On ao lado do presidente da Assembleia Legislativa e escreve “Prioridade para locais vai das casas à habitação”. Na manchete o diário refere que “Saúde carece de ‘cirurgia’ urgente”. O diagnóstico é de Ho Ion Sang, para quem o estado da Saúde do território revela um diagnóstico preocupante. Noutros destaques: “Renovação do Terminal do Porto Exterior pode custar mais de 100 milhões” e “China fecha acordo com França para adquirir 60 Airbus”.

 

“Sefarditas podem reaver nacionalidade portuguesa”, lê-se na manchete do semanário O Clarim. Em foco na edição desta semana a parceria assinada entre a Universidade de S. José e a Fundação Rui Cunha: “Dar mãos às indústrias criativas”.  Noutros títulos: “Chui Sai On: abrandar imobiliário”, “Protecção dos animais: Pereira Coutinho não desiste da causa”.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Business Daily destaca na manchete a garantia da Cruz Vermelha de Macau: o dinheiro doado para ajudar as vítimas do sismo de Sichuan é bem gasto. Em foco também no económico o novo máximo registado em Março no que respeita a trabalhadores não residentes. No mês passado, Macau empregava 114.716 não residentes.

 

O Macau Daily Times escreve em manchete que Fernando Chui Sai On está preocupado com as questões dos recursos humanos e da habitação. O jornal dá destaque fotográfico à situação na península coreana.  Seul exige negociações com Pyongyang sobre o complexo industrial conjunto de Kaesong, que continua encerrado, lê-se na primeira do diário.

 

O sonho de Chui Sai On é ser lembrado como um líder trabalhador e visionário, diz o Macau Post Daily. O jornal conta ainda que uma escola em Londres usa cúpulas para silenciar barulhos do aeroporto.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

No South China Morning Post, no topo da primeira página, são publicadas imagens de prédios em Sichuan danificados pelo sismo de sábado, numa altura em que em Hong Kong continua o debate sobre a doação que o Executivo quer fazer. Os deputados querem que o dinheiro seja bem usado. Em foco ainda as novas medidas, anunciadas pela Autoridade Monetária de Hong Kong, para impulsionar os negócios em yuan. A moeda chinesa voltou a bater recordes face ao dólar americano.

 

No China Daily as atenções centram-se na visita de François Hollande, Presidente francês, à China. O jornal publica uma fotografia de Hollande ao lado de Xi Jinping e respectivas esposas. Os dois Presidentes desejam melhorar as relações entre a França e a China, e construir uma nova ordem mundial multipolar.

 

No Standard, as atenções centram-se no pedido dos deputados que querem que Timothy Tom, antigo responsável da Comissão Independente Contra a Corrupção, seja investigado. O pedido é feito ao actual comissário. Em causa alegados abusos de dinheiros públicos.