Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Sichuan: projectos apoiados por Macau não sofreram danos
Quarta, 24/04/2013

Os projectos financiados pela RAEM em Sichuan não registam qualquer problema depois do sismo de sábado. Isso mesmo foi assegurado, ontem, na reunião da Comissão Coordenadora da RAEM para o Apoio à Reconstrução das Zonas Afectadas Pós Terramoto. 

 

A reunião foi agendada pelo secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, Cheong U, depois do Chefe do Executivo ter dado indicações para que fosse imediatamente activado o antigo mecanismo da Comissão Coordenadora.

 

O Governo da RAEM já anunciou um apoio de cem milhões de patacas. A aplicação deste fundo será objecto de consultas que a Comissão Coordenadora quer realizar, dentro da maior brevidade, com a parte de Sichuan.

 

De acordo com um comunicado, entidades locais responsáveis pela construção civil procederam à observação exterior e análise dos edifícios atingidos pelo sismo e não detectaram problemas estruturais graves nos 103 projectos financiados pela RAEM.

 

A mesma nota salienta que na Escola Secundária de Lingguan, na vila de Baoxing, verificaram-se  “casos de fissuras em paredes, interiores e equipamentos destruídos”, não tendo sido, no entanto, observador “prejuízos estruturais visíveis e problemas graves” em termos estruturais do edifício.

 

Cheong U exigiu à Comissão Coordenadora a continuação do contacto com o mecanismo de Sichuan, procurando que equipas possam ser enviadas para as zonas afectadas pelo terramoto.