Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Segunda-feira)
Segunda, 08/04/2013

A nova estirpe da gripe das aves é um tema transversal a todas as primeiras páginas. Os jornais de Macau e também os de Hong Kong destacam ainda o Fórum Boao, que junta vários líderes mundiais, na Ilha de Hainão.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O jornal Ou Mun destaca, na primeira página, a nova estirpe da gripe das aves, lendo-se que, nos últimos dias, há uma queda na venda de aves domésticas, por causa do vírus H7N9. Sobre a gripe das aves, o matutino dá ainda atenção às palavras do Chefe do Executivo, Chui Sai On, que garante que a “protecção da vida e da saúde dos cidadãos é a prioridade do trabalho do Governo”.  O Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM) também está na primeira do Ou Mun. O instituto assegura estar a realizar uma “monitorização e a submeter as aves domésticas a testes rigorosos” - as aves importadas para Macau vêm, sobretudo, de Zhuhai e Zhongshan. O Ou Mun destaca ainda a morte de um motociclista de 25 anos, na sequência de um acidente na Avenida Panorâmica do Lago Sai Van.

 

A gripe H7N9 está ainda em grande destaque no Va Kio. O jornal escreve que os Serviços de Saúde apelam aos cidadãos para que mantenham os hábitos de higiene pessoal, como forma de prevenção. Na primeira, está ainda a garantia do IACM de que as aves importadas para Macau, até ao momento, não constituem nenhum perigo para a saúde da população. O matutino avança ainda que, desde sábado, está a ser medida a temperatura corporal dos passageiros que chegam do leste da China, sendo que as autoridades não detectaram, até agora, qualquer caso ou suspeita de febre. Ainda no Va Kio, outro título é feito com o Fórum Boao - lê-se que o presidente chinês, Xi Jinping, recebeu, ontem de manhã, as delegações de Hong Kong e de Macau, no Centro de Convenções Internacionais de Boao, na província de Hainão.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

Na Ou Mun Tin Toi, ouve-se, esta manhã, que o deputado Chan Meng Kam pede ao Governo que explique o plano para o desenvolvimento da habitação económica. O canal chinês da Rádio fala também do vírus H7N9, diz que “as autoridades estão a realizar uma monitorização rigorosa à importação de aves vivas” e que o Chefe do Executivo, que se encontra em Boao, “apela aos cidadãos para não se preocuparem com a gripe das aves”.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Jornal Tribuna de Macau traz hoje em destaque uma grande entrevista a Márcia Schmaltz. A tradutora e académica da Universidade de Macau afirma, e é esta a manchete, que “o que falta em Macau são profissionais liberais” na área da tradução. Na primeira página, estão ainda as reivindicações de dois deputados, Ho Ion Sang, que “apela ao regime de eliminação de veículos” e Mak Soi Kun, que “quer pensões residenciais para melhorar turismo no território”.

 

“Trabalho a quanto obrigas” é a manchete escolhida pelo Hoje Macau, a propósito do Governo pagar a fibra óptica em casa de José Chu. O jornal escreve que três directores dos Serviços de Administração e Função Pública “requisitaram o mais veloz dos pacotes de internet para as suas casas, alegando que usam para trabalhar”. Pereira Coutinho pede a intervenção do Comissariado de Auditoria e do CCAC. “Advogados discutem acesso à profissão”, é outro dos destaques na primeira do Hoje.

 

A manchete do Ponto Final diz que “Macaense representa Portugal no Fórum”. Pela primeira vez na história, escreve o diário, Portugal coloca um representante no Fórum Macau, o macaense Vitório Cardoso, que “é visto como um nome próximo” de Rita Santos e de José Cesário. Vitório Cardoso é também um “nome polémico” pela forma como “defende posições de direita e católicas”. “Alerta sem alarme”, lê-se no destaque fotográfico a propósito da nova estirpe da gripe das aves. Macau está com sinal 3 - em seis - de alerta de gripe.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O tema da gripe H7N9 faz também a manchete do Business Daily. O diário económico escreve que “surto da gripe das aves ainda não é ameaça para Macau”. A afirmação é do Governo, face ao aumento dos casos de morte por infecção na China.

 

O Macau Post escreve “Governo reforça luta contra H7N9 com inspecções no aeroporto”. Sobre a nova estirpe da gripe das aves o matutino realça igualmente as palavras do Chefe do Executivo que tenta descansar a população dizendo que a “saúde dos residentes é a prioridade máxima”.

 

“Pyongyang pode estar a preparar nova teste a míssil”, é a manchete do Macau Daily Times. A Coreia do Norte pode estar a preparar aquele que será o quarto ensaio nuclear. Os avisos chegam de Seul, com os peritos sul-coreanos a dizerem que tem vindo a aumentar a actividade na plataforma de ensaios da vizinha do norte.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

O Fórum Boao está também em destaque no South China Morning Post. “Xi apela à estabilidade regional”, lê-se em manchete, numa aparente referência à Coreia do Norte, diz o jornal. O presidente chinês afirmou que “não devia ser permitido a nenhum país atirar o mundo para um caos”. Na fotografia, vemos uma professora, na China, a ensinar uma aluna a colocar uma máscara para tapar o nariz e a boca - uma das medidas de precaução contra a nova estirpe da gripe das aves.

 

O China Daily também coloca Xi Jinping em grande plano. Sobre o Fórum Boao, na ilha da Hainão, o diário sublinha que “as duas partes ficam a ganhar com as relações entre a China e a Zambia”. Na primeira, há ainda lugar para outra notícia relacionada com a China, o matutino escreve “Myanmar dá as boas-vindas a empresas e projectos chineses”.

 

Por fim, o Standard dá conta de um incidente na zona de embarque da Cathay Pacific, no aeroporto de Hong Kong. A porta de entrada do avião foi arrancada pela queda das escadas, por onde entraram os passageiros. O acidente causou um ferido - um técnico do aeroporto que se encontrava na pista.