Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Uniões civis: Jason Chao acusa deputados de “discriminação”
Sexta, 29/03/2013

Jason Chao, fundador do Grupo de Respeito pelos Direitos LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais) acusa de “discriminação” os deputados que chumbaram o projecto de legalização da união civil entre pessoas do mesmo sexo apresentado por Pereira Coutinho.

 

À saída da sessão plenária que rejeitou o projecto de lei com 17 votos contra, Jason Chao mostrou-se desiludade aos jornalistas:  “Estamos magoados e sentimos que esta é uma contrariedade ao nosso movimento LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transexuais).”

 

O também presidente da Associação Novo Macau afirmou achar que “os deputados não percebem, de facto, a importância de inclusão das orientações sexuais. Estamos numa época em que deveríamos estar a criar leis para garantir que os cidadãos estão livres da discriminaçao por género ou orientação sexual. Apesar de muitos deputados alegarem que não discriminam ninguém, a verdade é que, ao votarem contra este projecto de lei, estão a privar-nos de ter os mesmos direitos que as pessoas heterossexuais. Isto é claramente discriminação”.

 

Jason Chao admite, no entanto, que é preciso educar melhor o público sobre o tema.