Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Chui Sai On: Macau deve responder às expectativas de Pequim
Sábado, 23/03/2013

O Governo e a população de Macau devem “compreender profundamente a direcção e as políticas de desenvolvimento” da China e “responder activamente à atenção e às expectativas do Governo Central”. A mensagem, que veio de Pequim, foi transmitida por Chui Sai On num encontro com os delegados de Macau à Assembleia Popular Nacional e à Conferência Consultiva Política do Povo Chinês.

 

Entende Chui Sai On que as duas sessões concretizaram globalmente o espírito do 18º Congresso do Partido Comunista da China, nomeadamente no que se refere ao país, que deve pautar-se pelos objectivos da construção plena de uma sociedade desenvolvida.

 

O progresso e o crescimento económico do país, além de reforçar a confiança dos cidadãos, são também uma fonte de novas oportunidades para o desenvolvimento económico e social, e melhoria gradual das condições de vida dos habitantes de Macau, aponta Chui Sai On.

 

No futuro, salientou o Chefe do Executivo, a governação deve reforçar o princípio de “melhor servir a população”, resolvendo os problemas mais directamente relacionados com o quotidiano da vida, tais como a inflação, a habitação e os transportes, a fim de garantir o desenvolvimento sustentável do território.

 

De acordo com a situação actual e a tendência futura do desenvolvimento, o Governo da RAEM deve também preparar-se para eventuais dificuldades, alerta Chui Sai On.

 

A par disso, promete o líder do Governo, as autoridades vão continuar a reforçar a fiscalização e gestão ao sector do jogo, dar mais atenção à formação de quadros qualificados e elevar o nível e eficácia da cooperação regional, nomeadamente com a província de Guangdong.

 

Para Chui Sai On, Macau tem de se pautar, cada vez mais e da melhor forma, pelas “importantes orientações da política ‘um país, dois sistemas’, para garantir a estabilidade, prosperidade e progresso” a longo prazo.