Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (sexta-feira)
Sexta, 15/03/2013

A eleição do presidente da República Popular da China, Xi Jinping, está em destaque em praticamente toda a imprensa disponível nas bancas de Macau, juntamente com a eleição do novo líder católico, o Papa Francisco.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Va Kio destaca na primeira página o início da nova ronda de candidaturas a habitações económicas e também um incêndio na zona da Areia Preta, não tendo havido registo de feridos. O jornal destaca, também, dois assaltos, um dos quais rendeu ao criminoso 500 patacas.

 

No jornal Ou Mun, o maior destaque é dado a Xi Jinpng, “eleito novo presidente da República Popular da China.” Li Yuanchao, informa ainda o Ou Mun, foi eleito vice-presidente.

 

Sobre este tema, o jornal destaca os apelos de Xi Jinping sobre a necessidade de um grande esforço para “contribuir para o desevolvimento do país”. O Ou Mun elenca ainda os seis grandes problemas que a nova liderança chinesa enfrenta: reforma económica, abertura ao exterior, reforma política, combate à corrupção, problemas diplomáticos , e as questões de Hong Kong e de Taiwan.

 

Rádio Macau em língua chinesa

 

No canal chinês da Rádio Macau, a Ou Mun Tin Toi, a manhã informativa está a ser dominada pela Assembleia Popular Nacional, em Pequim, que elege hoje o novo primeiro-ministro da China. Li Keqiang é o nome que aguarda confirmação.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O jornal Hoje Macau escreve na manchete “Fazer por Portugal”, numa alusão ao projecto do empresário David Chow, que “quer Chinatown em terras lusas e cultura portuguesa na China”. Em destaque, ainda, os títulos: “Rota das Letras: Macau e Brasil pensam festival literário” e “Papa Francisco I [sic]: Quem é Jorge Bergoglio?”

 

“Pequenas e Médias Empresas querem quotas para 20 mil não residentes”, informa o Jornal Tribuna de Macau (JTM) na manchete, citando Daniel Iong, vice-presidente da “associação do sector”.

 

Na edição de hoje, o JTM destaca, ainda, Xi Jinping, que “concluiu ascensão ao poder” e é “oficialmente presidente”. De referir que o JTM é o único jornal de Macau em língua portuguesa que não ignora a eleição do novo presidente chinês na primeira página.

 

No Ponto Final, apenas uma palavra em destaque na manchete: “Festival”. “Os concertos de Joanna Wong (hoje) Dead Combo e Camané (amanhã) animam a recta final do Rota das Letras”.

 

No semanário católico O Clarim domina o Papa Francisco e as palavras “Fraternidade, Missão e Fé”. Em foco, ainda, Joaquim Magalhães de Castro – “Novo livro e documentário”.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

“Presidente Xi Jinping e o sonho da China”, é a manchete do Macau Daily Times que, sobre a eleição do novo líder, destaca, noutro título, as palavras de Li Gang, director do  Gabinete de Ligação do Governo Central na RAEM: a nova liderança não vai alterar as políticas para Macau.

 

O Macau Post Daily Independent escreve no título principal que “Xi foi eleito chefe de estado pela assembleia nacional”. Na primeira página, o jornal destaca, ainda, a eleição do líder católico com um “fait divers”: “Bispos italianos celebram eleição do Papa errado”. Um grupo de bispos emitiu, ontem, um comunicado agradecendo a Deus a eleição do arcebispo de Milão para o cargo de Sumo Pontífice, quando o eleito foi o cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio.

 

“Xi Jinping confirmado como chefe de estado”, destaca o Macau Business Daily, que, na manchete, tem em foco um estudo dando conta de que os trabalhadores do sector do jogo são “bem pagos, mas pouco felizes”.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

“Xi completa rápida transferência de poder”, lê-se na manchete do South China Morning Post, que ilustra a notícia com uma fotografia de um aperto de mão entre o ex-presidente Hu Jintao e Xi Jinping. Os analistas ouvidos pelo jornal afirmam que a “transferência suave” com que Xi Jinping assumiu o poder demonstra a “força” do líder, que foi capaz de resolver os conflitos internos do Partido Comunista Chinês.

 

Ao lado da eleição de Xi Jinping surge, também em foco, a eleição do Papa Francisco, que o South China afirma “trazer esperanças” de diálogo entre o Vaticano e Pequim.

 

O jornal The Standard destaca igualmente o novo presidente da China, mas faz a manchete com a notícia de uma mãe que foi detida em Hong Kong depois de o filho, de 11 anos, a ter denunciado às autoridades, acusando-a de violência.

 

No China Daily, o jornal oficial chinês em língua inglesa, o título principal informa que “a tocha passa para uma nova geração” – trata-se de uma referência à passagem de testemunho na liderança da China. O jornal fala em “grandes expectativas” sobre uma presidência que “começa com um simples aperto de mão” entre Hu Jintao e Xi Jinping, e o “aplauso” dos delegados da Assembleia Popular Nacional.