Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Xi Jinping assume presidência da China
Quinta, 14/03/2013

Como era esperado, o secretário-geral do Partido Comunista Chinês (PCC), Xi Jinping, foi eleito ao final desta manhã Presidente da República Popular da China. O sucessor de Hu Jintao foi escolhido pelos cerca de três mil delegados da Assembleia Popular Nacional com apenas um voto contra e três abstenções. No Grande Palácio do Povo, a sessão que elegeu o líder máximo do país durou quase três horas.

 

Aos 59 anos, Xi era dado como certo na liderança da China desde que assumiu a chefia do Partido Comunista, o mais importante cargo político do país, há cerca de três meses.

 

Para a vice-presidência, Xi Jinping escolheu Li Yuanchao, que também foi eleito esta manhã, que não pertence ao grupo dos sete poderosos do comité permanente do Politburo. Li é visto como um homem menos conservador e convicto defensor de reformas.

 

Na sessão de hoje, foi eleito, ainda, o antigo vice-primeiro-ministro Zhang Dejiang como presidente da Assembleia Popular Nacional.

 

Paula Ling, uma das quase três mil pessoas que votaram esta manhã, não podia estar mais satisfeita com a escolha de Xi Jinping para Presidente da China. Em declarações à enviada da TDM a Pequim, a jornalista Rita Tavares-Teles, Paula Ling descreveu Xi Jinping como “um homem íntegro, que pensa muito no povo e que vai fazer o possível para tornar tudo melhor”.

 

Já o embaixador de Portugal em Pequim, José Tadeu Soares, destacou as excelentes relações entre Portugal e a China, afirmando que é “difícil que haja mais aproximação. Todos os sinais são no sentido de que as relações vão estreitar-se ainda mais. Só espero que continue o impulso que vinham de trás.”