Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Quinta-feira)
Quinta, 14/03/2013

Os jornais locais dividem atenções entre as declarações do secretário para os Transportes e Obras Públicas acerca de preservação da Colina de Coloane e a eleição do novo Papa Francisco I.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

No título principal, o Va Kio destaca o secretário para os Transportes e Obras Públicas. Lao Si Io disse que o Governo percebe que os residentes estão “muito atentos” ao desenvolvimento do Alto de Coloane e promete considerar “os assuntos ou problemas” levantados pela população. A propósito de uma mensagem nas redes sociais, sobre um alegado roubo com gás paralisante, o jornal indica que a Polícia Judiciária não recebeu nenhuma queixa sobre “grupos criminosos que roubam com recurso a esse gás”. A PJ considera mesmo que o caso não se passou em Macau. Na primeira, o Va Kio escreve ainda que um homem da China foi detido por alegada venda de relógios de pulso falsificados.

 

O Ou Mun realça o lançamento do concurso centralizado para mais 52 lugares na carreira de técnico superior no Governo. O prazo para as candidaturas começa hoje. Nesta edição, o diário dá também voz às preocupações das Pequenas e Médias Empresas (PME) sobre a perda de trabalhadores. Só durante o Ano Novo Chinês, as PME reclamam ter perdido 10 por cento dos trabalhadores e receiam ainda vir a ficar sem os empregados mais experientes, caso o Governo aumente os salários da função pública.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A Ou Mun Tin Toi avança, nesta manhã informativa, que o deputado Ng Kuok Cheong pede ao Governo que aumente o número de vagas para a formação de instrutores de condução de veículos. Ainda nos noticiários, a rádio destaca a Assembleia Popular Nacional, que hoje realiza eleições para a escolha do presidente e do vice-presidente da China.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

“Pedidos mais 4 milhões à USJ” destaca o Jornal Tribuna de Macau. Em causa está a construção de um muro de suporte de terras. Como as obras públicas não têm dado autorização e a construtora não pode iniciar os trabalhos e a “factura aumentou”. O reitor da Universidade de São José fala em “grandes prejuízos”. A fotografia faz referência ao novo Papa, com o título “a vez da América Latina”.

 

O Hoje Macau diz em manchete “celeridade precisa-se”, por causa da ideia do Ministério Público de serem criados tribunais especiais para situações específicas. Uma sugestão do procurador-adjunto junto do Tribunal Judicial de Base. Num destaque lê-se ainda “Hoje Macau em Pequim- David Chow diz que é tempo de Macau entrar na China”. Numa chamada, está o escritor Agualusa que “disseca Angola”.

 

O Ponto Final escreve no título “o americano ‘louco’”, sobre o senador norte-americano Ed Royce que pede novas sanções contra o Delta Ásia, que acusa de continuar a “lavar dinheiro” de Pyongyang. “Geografias da língua” é o título da fotografia com o escritor Rui Zink, que ontem se juntou a Ricardo Araújo Pereira para falar de humor, no festival literário Rota das Letras.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Business Daily destaca mais uma troca de acusações entre o antigo director executivo da Sands China, Steve Jacobs, e o patrão da empresa, Sheldon Adelson. Steve Jacobs disse, num depoimento em tribunal, que Sheldon Adelson queria créditos por manter o ex-Chefe do Executivo de Macau, Edmund Ho, “fora da cadeia”. Adelson responde que esta afirmação faz parte de “um esquema astuto e diabólico para usar o sistema legal do Nevada para a sua [do Jacobs] campanha da difamação”

 

O Macau Daily Times coloca em grande plano a eleição do Papa Francisco I. O Vaticano escolheu o argentino Jorge Bergoglio como sumo pontífice. Outro título está relacionado com o Ministério Público que diz que “atrasos judiciais não são desculpa para a recusa de depoimento”.  

 

A eleição do novo Papa também ocupa a primeira página do Macau Post Daily. A manchete diz “argentino Bergoglio eleito Francisco I”. Ainda na primeira página, espaço para o secretário para os Transportes e Obras Públicas que afirma que o Governo “repara nos apelos à protecção da Colina de Coloane”.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

“Novos compradores de casas atingidos por subida da taxa”, é o título principal do South China Morning Post, a propósito do aumento das taxas para os empréstimos hipotecários por dois bancos: o HSBC e o Standard Chartered. Noutro destaque, o matutino escreve que governador do Banco Central Chinês “alerta para a inflacção”. Zhou Xiaochuan também falou de “forma dura” sobre o crédito e o mercado imobiliário.

 

Afirmações que fazem mesmo a manchete do China Daily, onde se lê “Banco Central foca-se na inflação”. O governador do banco diz que a “política monetária vai ser a chave” para a resolução do problema do aumento de preços.

 

“Vitória Saudável” é o que diz a manchete do Standard. O jornal destaca um consórcio ligado à Universidade de Hong Kong, que venceu um concurso público para construir um hospital privado perto de Aberdeen. O novo hospital vai disponibilizar 500 quartos e o concurso público envolveu uma quantia de 7 mil milhões de dólares de Hong Kong.