Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Quinta-feira)
Quinta, 07/03/2013

Nos jornais de Macau um dos temas em comum é a proposta de lei para permitir a união civil de homossexuais. Já na imprensa de Hong Kong as atenções centram-se em Pequim onde decorre a Assembleia Popular Nacional.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Va Kio puxa para tema de primeira página o caso de agiotagem divulgado ontem pela polícia. Dois promotores de jogo foram burlados em cerca de quatro milhões de patacas. O jornal conta ainda que 13 hotéis de Macau participam na “hora do planeta”. Destaque ainda para a petição que foi ontem entregue na sede do Governo pelos trabalhadores dos casinos. Entre as sugestões feitas está o aumento de inspectores nos casinos.

 

O Ou Mun avança que até ao final do mês vão ser abertas as candidaturas para habitação económica. O Governo vai disponibilizar mais dois mil apartamentos de tipologia T1. Ainda em foco o relatório do Edifício Sin Fong. A Direcção dos Serviços para as Obras Públicas e Transportes já recebeu o relatório e está a analisá-lo, mas ainda não há decisões finais.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

O Canal da Rádio Macau em chinês dá atenção à reunião da comissão da Assembleia Legislativa que analise o regime de credenciação dos assistentes sociais de Macau. O relatório da consulta pública está concluido.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Jornal Tribuna de Macau escreve esta quinta-feira “união civil para homossexuais”. O deputado Pereira Coutinho entregou ontem a proposta de lei na Assembleia Legislativa. É a primeira vez que um deputado apresenta um projecto que dá aos homossexuais o direito à união civil, adianta o jornal, que sublinha, no entanto, que de fora desta proposta fica a possibilidade de adopção de crianças. Também na primeira do diário as queixas dos turistas que “subiram 39 por cento”.

 

“Ensino de ouro” titula o Hoje Macau. O Governo disponibilizou mais de mil milhões de patacas para a educação, nos últimos três meses de 2012, através do Fundo para o Desenvolvimento Educativo e da Direcção para a Educação e Juventude. Noutras chamadas de capa: “A reforma do renminbi e os avisos às RAE” e “Pereira Coutinho entrega proposta de lei na Assembleia” sobre casamento homossexual.

 

O Ponto Final escreve em manchete “escolas internacionais a meio da tabela”. O Fundo de Desenvolvimento Educativo entregou para este ano lectivo 193 milhões de patacas em subsídios às escolas particulares. Ainda noutro tema a merecer destaque na primeira página o Grande Prémio de Macau. “A torre vai abaixo”, escreve o jornal. Trata-se da Torre do Grande Prémio que tem de ser demolida, porque, lê-se, “não obedece aos actuais padrões internacionais de operacionalidade”.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

No Business Daily em foco estão as sugestões feitas por trabalhadores dos casinos. O grupo entregou uma petição ao Governo em que se pede que a Administração cobre taxas aos casinos que tenham áreas de fumadores. O valor dessa taxa, sugerem, poderia ser partilhado com os empregados que passam várias horas de trabalho sujeitos ao fumo de tabaco nas áreas para fumadores. O jornal conta ainda que o crescimento da despesa pública abrandou em 2012.

 

O Macau Daily Times escreve em manchete que avança a construção da zona piloto da cooperação entre Hong Kong e a China. Trata-se da zona de Qianhai, em Shenzen, que está nesta altura em fase de construção, adiantou ontem Zhang Ping, chefe da Comissão Nacional do Desenvolvimento e Reforma. Em destaque na primeira página do jornal ainda uma entrevista com o líder do Special Olympics de Macau. Siu Yu Hong diz que é preciso mudar mentalidades em relação à deficiência.

 

Os deputados exortam o Governo a listar as razões para a isenção de concursos públicos, lê-se em manchete do Macau Post Daily. É ainda a proposta de Lei de Terras que está a ser debatida pela Primeira Comissão Permanente da Assembleia Legislativa. O jornal chama ainda para primeira página mais um caso de agiotagem nos casinos, que terminou com a detenção de duas pessoas.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

As críticas à bandeira colonial que foi exibida nos mais recentes protestos em Hong Kong estão em destaque no South China Morning Post. As críticas foram feitas ontem, em Pequim, por Yu Zhengsheng, membro do Comité Permanente do Politburo, que argumenta que os símbolos da antiga era não vão ser permitidos. O jornal escreve ainda que Pequim fala de Hugo Chavez como um grande amigo da China.

 

No China Daily em foco continua a Assembleia Popular Nacional. Ontem, discutiu-se o crescimento da economia do país, com o jornal a destacar a fotografia de Zhang Ping, da Comissão Nacional do Desenvolvimento e Reforma Nacional. Abrandar o crescimento do Produto Interno Bruto é a melhor opção, titula o jornal. Noutro tema a merecer chamada de primeira página as declarações do Chefe do Executivo de Hong Kong sobre as novas regras para a exportação de leite em pó. Diz C.Y.Leung que respeitam a Lei Básica e as regras de comércio internacionais.

 

No The Standard em chamada de capa os alertas de subversão na corrida ao cargo de Chefe do Executivo em 2017. Os alertas chegaram ontem de Pequim pela voz de Yu Zhengsheng, membro do Comité Permanente do Politburo.