Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Pequim: Fronteiras sem novidades, UMAC pronta até Setembro
Terça, 05/03/2013

Não há, para já, qualquer anúncio oficial sobre a possibilidade de ser alargado o período de abertura das fronteiras entre Macau e Zhuhai. Em Pequim, Macau e Guangdong podem ter chegado a acordo, numa reunião entre Chui Sai On, o secretário-geral do Comité do Partido Comunista para os Assuntos de Guangdong e o governador da província, mas não foram ainda avançados pormenores.

 

Nansha foi outro tema em cima da mesa. Depois da Ilha da Montanha, a zona da capital provincial é o próximo passo no desenvolvimento da cooperação entre Macau e Guangdong.

 

Chui Sai On está optimista de que este vai ser um bom ano nas relações entre os dois lados da fronteira. Será “um ano de progressos essenciais”, disse.

 

O Chefe do Executivo sublinhou que já estão em campo, se bem que em diferentes fases, projectos na Ilha da Montanha, em Zhuhai e em Nansha – investimentos que o secretário Francis Tam está a acompanhar.

 

Para já, o primeiro grande sucesso desta relação é a conclusão do novo campus da Universidade de Macau. O secretário-geral do Comité do Partido Comunista para os Assuntos de Guangdong, Hu Chunhua, garantiu que a obra vai estar pronta até ao final do mês, com tempo suficiente para que tudo esteja a funcionar no próximo ano lectivo.

 

A reunião com os políticos de Guangdong foi o último ponto da agenda oficial do Chefe do Executivo nesta visita a Pequim. Chui Sai On só regressa a Macau na quinta-feira, mas amanhã, pelo menos pelo que foi anunciado, vai ter o dia livre.