Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Segunda-feira)
Segunda, 04/03/2013

O arranque da 12ª reunião da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês está a dominar a actualidade informativa, tanto de Macau como de Hong Kong. Os jornais fazem diferentes abordagens ao primeiro dia dos trabalhos dos dirigentes e conselheiros chineses.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Va Kio dá destaque à mensagem do presidente da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês. No arranque da 12ª reunião, Jia Qinglin apelou à “coesão nacional” para haver a “unificação completa da pátria” e “o renascimento da grande nação chinesa”. O matutino avança, noutro título, que serão ajustadas quatro rotas de autocarro na zona do Toi Sán. A partir de meados deste mês, as rotas vão deixar de prever paragens no Jardim Triangular e duas delas começarão a passar pela Avenida General Castelo Branco.

 

O Ou Mun também dá ênfase às palavras do presidente da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, mas quando este se referiu a Macau. Jia Qinglin disse que a conferência “vai apoiar os jovens de Macau e de Hong Kong” para que conheçam a situação da China e “reforcem o sentimento patriótico”. Além disso, Jia Qinglin afirmou que o órgão também irá promover a “unidade e amizade com os compatriotas de Macau, de Hong Kong e estrangeiros”.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A Ou Mun Tin Toi informa que o Chefe do Executivo já nomeou o presidente e os vogais para a Comissão de Assuntos Eleitorais da Assembleia Legislativa. O presidente escolhido é o juiz Ip Son Sang. Os jornalistas da Ou Mun Tin Toi destacam ainda os delegados de Macau à Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, que realizam esta manhã uma reunião na capital chinesa.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

Em destaque no Hoje Macau está a directora da Escola Portuguesa de Macau com o título “sua excelência, o ensino”. Edith Silva está “orgulhosa com o trabalho desenvolvido e com o reconhecimento de Portugal” – o ministério da Educação português avaliou recentemente a instituição de ensino do território, atribuindo-lhe notas “excelentes”. Em chamadas de primeira página, o jornal escreve também: “Rua das Mariazinhas – três anos a animar as tardes de Macau” e “a estranha morte de Elisa Lam – um caso que causa arrepios na Internet”.

 

O Jornal Tribuna de Macau, que saiu hoje para as bancas com mudanças no design, coloca em grande plano uma entrevista ao criminologista Spencer Li, que afirma que a “criminalidade pode estar subestimada em larga escala”. Noutros destaques lê-se que “operadoras apoiam Loja Social da Santa Casa”, “as mensagens de Macau para a reunião da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês”, “Ministério da Educação dá nota máxima à EPM” e “RAEM pode vir a ter equipa de pólo aquático”. Na primeira, espaço ainda para a notícia de que a “Ásia é o continente com mais milionários”.   

 

O Ponto Final escreve “mão-de-obra imóvel”, a propósito de ter chegado ao fim a análise da revisão da lei de contratação de não-residentes, assumindo-se o objectivo de acabar com os “saltos de emprego”. As regras são agora “mais apertadas”, escreve ainda o jornal. “Neptuno a todo o gás” é o título do destaque fotográfico. De acordo com o diário, os lucros da Neptuno cresceram 35 por cento na segunda metade de 2012 e o grupo prepara-se agora para estender as operações junket às salas VIP do Grande Lisboa, ultrapassando assim as 60 mesas de jogo.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

“Indústrias favorecidas anunciadas para a Ilha da Montanha” é a manchete do Business Daily. O diário económico avança que o Comité para a Nova Zona da Ilha da Montanha publicou a lista das indústrias que quer ver desenvolvidas no local. O documento indica sete indústrias: turismo, logística e comércio, serviços financeiros, cultura e indústrias criativas, medicina, pesquisa e desenvolvimento científico, e novos serviços de tecnologia de ponta. Noutro título lê-se: “pequenas e médias empresas pescam talentos numa piscina cada vez mais pequena” – as empresas de menor dimensão não têm como competir com os grandes grupos do território.  

 

O Macau Daily Times faz uma abordagem mais positiva do Dia da Carreira no Instituto de Formação Turística. O jornal escreve que os estudantes de turismo “têm boas perspectivas de carreira”. Em manchete o diário diz que “Las Vegas Sands admite ter violado Lei americana Anti-Corrupção no Exterior”. Algumas conclusões preliminares do relatório de uma auditoria anual à situação financeira e patrimonial da empresa, alerta para prováveis violações da contabilidade, dos registos e também as disposições internas de controlo da Lei americana Anti-Corrupção no Exterior.

 

O Macau Post Daily dá ênfase ao mesmo tema, escrevendo, no título principal, “Las Vegas Sands admite poder ter violado a lei norte-americana”. A conclusão é de uma auditoria interna, que coloca em questão negócios na China conduzidos por executivos da Las Vegas Sands que já não estão na empresa. A possibilidade é reconhecida pela empresa num documento enviado à Comissão de Valores Mobiliários norte-americana. Na primeira, o jornal também realça a Wynn que “enfrenta renovação da acção judicial” relacionada com a doacção de mais de mil milhões de patacas à Universidade de Macau.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

Da 12ª Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, o South China Morning Post foca a “acção para acabar com os escândalos de segurança alimentar”. Pequim vai criar um “departamento único” para lidar com a regulamentação da comida e das drogas, seguindo o “exemplo” dos Estados Unidos. Nos próximos dias, a Assembleia Popular Nacional aprovará a medida. Noutro título lê-se: “delegados de Hong Kong incitados a terem um papel positivo”.

 

“Conselheiros, mãos ao trabalho” é a manchete do China Daily, em referência ao início da conferência. O jornal escreve que entre os mais de 2 mil conselheiros de política nacional, metade está pela primeira vez na reunião e tem de lidar com assuntos “difíceis”, como a corrupção, a protecção ambiental, e o aumento da diferença salarial.

 

Na primeira página, o Standard destaca um acidente com um elevador, em North Point. O elevador caiu desamparado, ferindo sete passageiros. Em manchete, o matutino diz “cabos de elevador estavam enferrujados e finos” - uma análise técnica ao acidente que pode, assim, ser relacionado com um caso de “negligência”.