Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Miguel Senna Fernandes quer mais debate
Terça, 15/01/2013

O presidente da Associação dos Macaenses, que hoje iniciou o terceiro mandato à frente da colectividade, defende a necessidade de se promoverem mais debates, envolvendo a comunidade portuguesa de Macau. "De uma maneira geral a comunidade macaense não morre de fome, mas não é isso o mais importante. Falta debate sobre a comunidade. Isso é o que mais me preocupa", disse à Rádio Macau, o presidente da Associação dos Macaenses.

Miguel Senna Fernandes revelou que no terceiro mandato pretende organizar mais um colóquio. "Desta vez mais dirigido à juventude. Se possível, inserido no Encontro das Comunidades Macaenses, que deverá realizar-se este ano. É importante debater o papel da comunidade da diáspora. Faz todo o sentido ver o que nos liga a essas comunidades", sublinhou.

A Associação dos Macaenses vai lançar em 2013 um livro sobre as vivências da comunidades macaenses e organizar uma exposição de fotografias para assinalar os 500 anos da chegada dos portugueses a Macau. A sede vai sofrer obras e Miguel Senna Fernandes sonha com mais espaço, "se possível no mesmo edifício, pois está muito bem localizado, no centro da cidade".