Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

PT e Cable & Wireless vendem participação na CTM
Domingo, 13/01/2013

A Portugal Telecom (PT) e os ingleses da Cable & Wireless aceitaram vender as participações que detêm na Companhia de Telecomunicações de Macau (CTM) à chinesa CITIC Telecom.

 

De acordo com um comunicado da CTM, a PT desfaz-se de 28 por cento por 411,6 milhões de dólares norte-americanos e a Cable & Wireless vende 51 por cento por 749,7 milhões. Feito o negócio, a CITIC Telecom passa a deter 99 por cento da CTM, uma vez que já tinha uma fatia de 20 por cento.

 

Dependendo ainda de aprovações, a transacção deve ficar concluída num prazo entre 6 a 9 meses.

 

No comunicado divulgado pela CTM, onde se anuncia o acordo para fechar o negócio, Xin Yue Jiang, presidente da CITIC Telecom, afirma que a empresa vai trabalhar para “elevar os padrões tecnológicos da indústria das telecomunicações de Macau”.

 

Já Vandy Poon, o administrador da CTM, diz que esta mudança na estrutura accionista da empresa não vai afectar o funcionamento das operações nem o objectivo da CTM, que é, nas palavras de Poon, “fornecer o melhor serviço à comunidade de Macau”.

 

A CITIC Telecom é uma das maiores empresas de telecomunicações da Ásia, com forte presença na China e em Hong Kong, onde está listada na bolsa.

 

O investimento feito agora deve ajudar a empresa chinesa a expandir a presença em Macau onde a indústria das telecomunicações continua a crescer, fomentada também plos números dos turistas que chegam da China.

 

Nos primeiros nove meses do ano passado, as receitas da CTM cresceram 21,2 por cento, para os 3.610 milhões de patacas.