Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Wan Kuok Koi: “Não quero afectar a estabilidade de Macau."
Domingo, 02/12/2012

Wan Kuok Koi garante que não quer afectar a estabilidade de Macau. Segundo a edição deste domingo do South China Morning Post, o ex-líder da seita 14 Quilates, libertado este sábado, disse que já não é jovem e que apenas quer ser deixado em paz.

 

“Não quero afectar a estabilidade de Macau. Não quero fazer isso de forma alguma. Quero que me deixem em paz”, afirmou Wan Kuok Koi, citado pelo Sunday Morning Post.

 

O homem que é também conhecido como Pan Nga Koi saiu ontem da prisão às 06h50. Já em casa, na Taipa, para onde seguiram muitos jornalistas, apareceu por breves instantes e prestou algumas declarações.

 

Segundo o diário de Hong Kong, Pan Nga Koi disse que se encontrava bem psicologicamente, mas que não interessava o que pudesse dizer, já que seria mal interpretado pela imprensa de qualquer forma. Ainda assim, o ex-líder da tríade 14K disse que não tinha “qualquer sentimento especial” em relação a estar livre – apenas que este era um momento há muito aguardado e que, por isso, tinha tido “dificuldades em dormir” na noite anterior.

 

Wan Kuok Koi disse também que esperava ter saído mais cedo no sábado, mas houve diligências que atrasaram a sua libertação. E acrescentou estar “satisfeito por estar finalmente em liberdade”.

 

Ainda de acordo com o South China Morning Post, algumas fontes indicam que representantes do Gabinete de Ligação do Governo Central na RAEM visitaram Wan Kuok Koi para lhe dizer que não provoque problemas.