Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Cheong U apresenta hoje LAG para 2013
Quinta, 29/11/2012

Continua a ronda de apresentação das Linhas de Acção Governativa (LAG). Hoje é a vez do secretário para os Assuntos Sociais e Cultura apresentar as opções estratégicas para 2013 e responder aos deputados. A saúde, os idosos, a educação e o património cultural são alguns dos temas que devem ser abordados hoje e amanhã no hemiciclo.

 

A construção de um novo hospital é uma das promessas de Fernando Chui Sai On que a população mais espera ver concretizada e esta semana houve algumas novidades. O plano conceptual do futuro Complexo de Cuidados de Saúde das Ilhas está concluído e a empreitada entrou na fase das obras de sondagem do solo, mas o certo é que o projecto está muito atrasado em relação ao inicialmente previsto e é provável que os deputados voltem hoje a pedir explicações e garantias a Cheong U. Ainda na área da saúde, devem ouvir-se no hemiciclo apelos a melhorias na prestação de serviços clínicos.

 

O secretário para os Assuntos Sociais e Cultura deve ainda ter de responder aos deputados sobre os cuidados a prestar aos idosos. Outra questão que se prende, também, em parte, com a terceira idade é a da Segurança Social. O Chefe do Executivo prometeu injectar um total de 37 mil milhões de patacas no Fundo de Segurança Social, ao longo dos próximos quatro anos, mas a questão do aumento das contribuições de trabalhadores e empresas deve ser abordada pelos deputados.

 

Na área da educação, as LAG para 2013 trazem vários reforços em matéria de subsídios. Mas a auditoria realizada recentemente à gestão do plano de apoio à formação contínua – e as falhas detectadas – pode levar alguns deputados a questionarem Cheong U sobre a forma como a sua equipa gere o erário público.

 

No dia em que Fernando Chui Sai On respondeu aos deputados sobre as LAG para 2013 o tema da cultura passou ao lado dos membros do hemiciclo. Mas a história não se deve repetir hoje, perante Cheong U. Numa altura em que a proposta de lei de salvaguarda do património está em análise na especialidade, e sob nova consulta pública ­– a pedido dos deputados –, a questão da protecção da herança cultural do território deve ser um dos temas a abordar no hemiciclo. Sobretudo quando se prevê que a análise do diploma não fique concluída a tempo do relatório que o Governo tem de enviar à UNESCO. A nova biblioteca central e a aposta nas indústrias criativas são outros dos temas que podem ser levantados pelos deputados entre hoje e amanhã.