Em destaque

18 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20602 patacas e 1.1314 dólares norte-americanos.

LAG: Prevenção e modernização são prioridades na Segurança
Segunda, 26/11/2012

O secretário para a Segurança elege a prevenção, com especial enfoque nos crimes relacionados com o jogo, como a principal política para o próximo ano. Mas a tutela tem outras prioridades entre as medidas apresentadas, como a modernização e ainda a melhoria da relação da polícia com a população.

 

Em Macau, nos primeiros nove meses do ano, a criminalidade aumentou 1,9 por cento. Cheong Kuok Va considera que o número demonstra “estabilidade”, mas sublinha que não se pode baixar a guarda. Por isso, em 2013, a secretaria para a Segurança vai “prevenir e a combater o crime, refinar os índices de segurança da comunidade, promover uma relação harmoniosa entre a polícia e o cidadão, e melhorar o desempenho dos agentes para garantir uma vida segura”.

 

Nos planos para o próximo ano, há uma tónica acentuada na prevenção, na qual as autoridades do território contarão com uma “maior cooperação regional e melhor formação”. Além disso, frisou o secretário, irá ser reforçada a “coordenação entre as várias forças de segurança, que passa por uma maior eficácia na recolha e partilha de informações”.

 

Quanto ao fomento da proximidade entre os agentes e a população, Cheong Kuok Va promete “reuniões regulares nos bairros mais antigos e populosos sobre as principais ameaças ao bem-estar e segurança”.

 

Mas para que as forças que combatem o crime estejam adaptadas aos novos tempos, há também que modernizar métodos. Deste modo, 2013 será um ano de aposta nas novas tecnologias e as forças de segurança serão dotadas de novos equipamentos. “A tecnologia moderna é uma prioridade pelo que no próximo ano procederemos à aquisição de equipamentos que se coadunem com o evoluir dos grandes projectos, especialmente aqueles que se traduzem em infra-estruturas de grande envergadura, acompanhando o evoluir das obras, tudo por forma a que as forças de segurança estejam dotadas de meios e recursos que possam responder aos desafios que enfrentam e integrarem-se naquela que é a vontade política do Governo”, referiu Cheong Kuok Va, no primeiro dia de debate com os deputados sobre as Linhas de Acção Governativa para o próximo ano.

 

O secretário quer uma modernização não só ao nível dos equipamentos, mas igualmente em termos de técnicas de policiamento. Algo que será conseguido, destaca Cheong Kuok Va, pelo “reforço da formação, com especial destaque para a criminalidade relacionada com o jogo”.