Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Félix da Costa emocionado com apoio da comunidade local
Domingo, 18/11/2012

António Félix da Costa prometeu vencer o Grande Prémio de Fórmula 3 e não desiludiu. Agora, o piloto português não deve regressar ao asfalto da Guia tão cedo. 

 

Na primeira reacção aos jornalistas, agradeceu o apoio à comunidade portuguesa no território. “Não há palavras, ganhar aqui em Macau com esta comitiva portuguesa é incrível. O pormenor do hino foi muito triste, mas, por outro lado, tivemos um momento muito bonito e emocionante, com todos os portugueses que sabiam o hino a cantarem lá em baixo. Só posso agradecer a todos os portugueses que estiveram aqui este fim-de-semana, aos residentes de Macau, aos macaenses, este apoio muito incrível”, disse, referindo-se à troca de hinos - em vez do português ouviu-se primeiro o inglês.

 

Sobre a prova, o jovem piloto português sublinhou que foi uma corrida difícil, com dois adversários, Felix Rosenqvist e Alex Lynn, a criarem ainda mais dificuldades. “É um prova muito difícil, foram 15 voltas no limite, muito perto das paredes, ao mínimo erro as coisas poderiam correr mal (...) consegui sempre ter aquela distância segura em que os outros carros não conseguiam apanhar o meu (...) foi muito bom, não há palavras.”

 

Com esta vitória no Grande Prémio de Fórmula 3, Félix da Costa alcançou um objectivo pessoal e fecha assim mais um capítulo da sua carreira desportiva. “Sempre disse que este seria o meu último ano em Macau, porque dando o salto para a frente não faz sentido voltar à Fórmula 3. Quero que demore mais uns anos até vir aqui de GTs, porque isso quererá dizer que a Fórmula 1 está já para trás também. Infelizmente, acho que não vou cá voltar a correr pelo menos nos próximos anos. Sabia que esta era a minha última oportunidade e não podia falhar nada”, explicou, acrescentando que quer “continuar a dar os primeiros passos" na Fórmula 1. No regresso a Inglaterra, o piloto português tem testes marcados com a Red Bull, equipa que deverá decidir o seu futuro.