Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

LAG: Dos casinos à cultura, com a habitação à cabeça
Quarta, 14/11/2012

A habitação – pública e privada – foi o tema que dominou a sessão de perguntas e respostas acerca das Linhas de Acção Governativa para 2013, que esta tarde decorreu na Assembleia Legislativa (AL) com a presença do Chefe do Executivo. Dos 26 deputados que se inscreveram para falar, foram vários os que mostraram reservas em relação aos planos do Executivo para controlar a especulação no sector imobiliário. Mas na sessão foram abordados outros assntos, da diversificação da economia aos recursos humanos, passando pelo jogo.

 

Angela Leong aproveita as deslocações de Chui Sai On à AL para falar dos casinos. Desta feita, mostrou-se preocupada em relação à aplicação das novas normas sobre o tabaco nas salas de jogo, que entram em vigor no início do próximo ano. Leong diz que a regulamentação da lei, conhecida apenas em Outubro, não foi feita a tempo. O Chefe do Executivo não concorda. “Não há um desfasamento na lei, mas uma situação prevista na lei”, replicou o líder do Governo, que acredita que estará tudo a postos para que as novas disposições sejam aplicadas atempadamente.

 

A produção legislativa também foi tema em análise, com Chui Sai On a reconhecer que ainda há espaço para melhorar o sistema de produção legislativa e a prometer a Paul Chan Wai Chi que a lei do erro médico é para avançar quanto antes.

 

A educação foi outro tema abordado, das creches às universidades, com vários deputados a mostrarem-se apreensivos quanto à qualidade do ensino em Macau. Não foi colocada qualquer questão sobre cultura – por norma o assunto menos presente nas Linhas de Acção Governativa –, mas Chui Sai On fez uma referência à matéria. "Temos de promover as características da arte e cultura para dar relevo às características ocidental e oriental, de modo a criar artistas que possam vir a ser internacionais", defendeu.