Em destaque

21 de Março 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.2742 patacas e 1.1424 dólares norte-americanos.

Arnaldo Gonçalves: Obama tem de "reequilibrar economia"
Quarta, 07/11/2012

Comentando a recondução de Barack Obama à Casa Branca, Arnaldo Gonçalves defende que o presidente dos EUA tem agora  de dar “grandes passos” para o reequilíbrio económico. “A América tem tido grandes dificuldades em tornar as suas empresas mais competitivas (...) as empresas no Sudeste-Asiático e na China têm regressar a solo norte-americano e penso que esta vai ser uma tendência no segundo mandato de Obama”.

 

O especialista em assuntos internacionais considera que só com “um dólar forte” a estabilidade irá regressar aos “mercados económicos e também financeiros” de todo o mundo. Aliás, Arnaldo Gonçalves recorda que foi o desempenho económico que tornou “difícil” a vitória do presidente dos EUA. “Foi uma batalha eleitoral que não tinha um vencedor programado e que começou desvantajosa para Obama dado à situação difícil da economia, com um dólar sem capacidade de competir nos mercados internacionais (...) começou frouxo mas a partir do meio da campanha percebeu que tinha de arregaçar as mangas, tinha de ir ter com os americanos (...) fazer passar a sua mensagem de sonho, positiva, de uma América livre, democrática e igual para todos, em termos de oportunidades bem como de construção de futuro”.

 

Arnaldo Gonçalves elogiou ainda o discurso de vitória de Barack Obama, que “em termos retóricos foi muito profundo, apelando à união dos norte-americanos numa sociedade mais justa, mais equilibrada e sem divisões”.