Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Crise vai engordar as pessoas, diz especialista em diabetes
Sábado, 03/11/2012

O peso perde-se no prato, defendeu no Rádio Macau Entrevista o médico Francisco Azevedo. "Quem quer perder peso deve comer seis ou sete vezes por dia. Pouco de cada vez", disse o director do serviço de medicina interna do Hospital de Évora, que se deslocou a Macau para participar nas jornadas médicas lusófonas que decorreram esta semana no Centro Hospitalar Conde de S. Januário.

 

"Menos garfo e mais sapato", sublinhou, frisando que "comer menos e mais vezes e andar mais é decisivo para controlar a diabetes. Só depois destes princípios estarem concretizados, a aplicação de fármacos, insulina ou orais, podem ter significado no controlo da doença. Não  há nenhum doente que seja capaz de se controlar com inactividade física e não dando importância à alimentação".

 

Francisco Azevedo, que ficou impressionada com os equipamento de ponta instalados no hospital universitário da Universidade de Ciência e Tecnologia, comentou ainda o período difícil que Portugal e a Europa atravessam. "Com a crise instalada no mundo ocidental as pessoas vão engordar outra vez. A crise faz com que as pessoas comprem alimentos mais baratos, que são os que têm o valor calórico mais elevado. A crise pode provocar o fenómeno de engordar", referiu o especialista em diabetes. A entrevista com Francisco Azevedo pode ser ouvida em mms://media2.tdm.com.mo/radio/ptradio/rme20121103.wma e na próxima segunda-feira às 10,30 horas