Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Quarta-feira)
Quarta, 31/10/2012

O parecer da Associação dos Advogados sobre a revisão do Código do Processo Penal, o caso de corrupção nas obras públicas, e os dois acidentes mortais na estrada são os temas que preenchem as primeiras páginas dos jornais de Macau. Em Hong Kong, os matutinos destacam o rasto de destruição que o furacão Sandy deixou na costa leste dos Estados Unidos.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Va Kio destaca dois acidentes distintos que provocaram duas mortes na estrada. Num acidente, um autocarro da Transmac bateu numa barreira e depois numa árvore e, no outro, o condutor de um camião terá perdido o controlo da viatura por causa da chuva. Outro dos temas de primeira página refere que o Subsídio de Invalidez pode não chegar nos próximos dias a todos os beneficiários. O Instituto de Acção Social avisa que a ajuda vai ser distribuída em duas fases, por motivos de ordem técnica. O matutino destaca ainda uma previsão dos Serviços de Estatística e Censos sobre o aumento da população. Nos próximos 24 anos, devemos ter quase 760 mil pessoas a viver em Macau, enquanto que a percentagem de idosos deve aumentar para 20,7.

 

O Ou Mun coloca igualmente em grande plano os dois acidentes rodoviários mortais. Em destaque está ainda a nova lei de condicionamento de entrada de menores de 21 anos nos casinos, que tem efeitos a partir da meia-noite. O jornal foca outro tema na primeira, um caso de suspeita de corrupção de um engenheiro das obras públicas. O funcionário terá aproveitado as funções que exerce para receber vantagens ilícitas, oferecidas por empresas de engenharia, no processo de adjudicação de contratos. Os subornos terão chegado quase aos dois milhões de patacas.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A Ou Mun Tin Toi diz, nesta manhã informativa, que especialistas do sector bancário prevêem que o QE3 - a intervenção estatal dos Estados Unidos para estimular a economia - não vai influenciar de forma significativa o preço dos imóveis em Macau. A Rádio noticia ainda que Leong Iok Sam foi nomeado segundo-comandante do Corpo de Bombeiros e chefe-mor adjunto.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

 “Sob escuta” é a manchete do Ponto Final, para dizer que a Assembleia Legislativa continua a ouvir os operadores judiciais sobre a revisão do Código do Processo Penal. A Associação dos Advogados diz que há “abuso” nas gravações de chamadas telefónicas para investigação judicial e pede mudanças. O título da fotografia é “fumo de transição”. Na prática, e num patamar mínimo, os casinos em funcionamento ou em construção vão ter de guardar apenas uma distância de quatro metros entre as áreas de fumadores e de não fumadores.

 

O Hoje Macau diz “eficácia a quanto obrigas”, sublinhando que o presidente da Associação dos Advogados “está insatisfeito” com a revisão do Código do Processo Penal. Os advogados, liderados por Neto Valente, “mostram-se incomodados” com o facto de se “se buscar a eficácia e a celeridade processuais”, esquecendo-se dos direitos e garantias dos arguidos. Ainda na primeira está uma referência a Portugal, por causa da petição que quer cidadãos na Assembleia da República.

 

As preocupações dos advogados também fazem a manchete no Jornal Tribuna de Macau, lendo-se: “advogados temem ‘estado policial’” – termo de identidade e residência “não deve estar nas mãos da polícia”. No parecer, analisado pelos deputados em sede de comissão, a Associação dos Advogados defende que a aplicação de medidas de coacção deve permanecer nas mãos das autoridades judiciárias em todas as circunstâncias”. A fotografia do JTM faz referência ao furacão Sandy, que “deixou rasto de destruição”.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Macau Daily Times coloca em grande plano um caso de corrupção na Administração: “engenheiro do Governo foi apanhado por suspeita de ter aceitado subornos relativos a projectos públicos avaliados em 100 milhões”. O destaque fotográfico é feito com um momento de uma manifestação na China, com o título: “Pequim dá passos cuidadosos com protestos da classe média” - correspondentes na capital chinesa dizem que a vitória dos manifestantes contra os planos de expansão de uma petroquímica mostram que o Governo “teme uma rebelião” da classe média.

 

O Business Daily escreve na manchete “arena gigante para o Galaxy Macau”. O Cotai vai ter uma terceira arena de grandes dimensões. Uma “cortesia da Galaxy”, que deve iniciar a construção do empreendimento com capacidade para 10 mil lugares ainda em Julho do próximo ano. O económico diz ainda que parece ser um passo no caminho da diversificação económica. Noutro destaque o diário refere que os casinos existentes não precisarão de separar as áreas para fumadores das áreas para não fumadores através de paredes do chão ao tecto.

 

A notícia principal do Macau Post diz que “dois condutores locais morrem em dois acidentes distintos”. Os acidentes, sublinha o matutino, “coincidem” com a campanha para a segurança rodoviária, que permite que os separadores de água tenham sido esvaziados por causa do Grande Prémio.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

“Consulados forçados a saírem da zona de Central”, é a manchete do South China Morning. O jornal refere que as rendas cada vez mais altas, naquela que é a cidade com os escritórios mais caros do mundo, levam os diplomatas a procurarem distritos com rendas mais baratas. Alguns distritos têm rendas até 60 por cento mais baixas face às que são praticadas nos distritos centrais. A “tempestade assassina Sandy” também está na primeira do Morning Post, que sublinha ainda os estragos causados na zona leste dos Estados Unidos, como inundações, cortes de electricidade e árvores caídas.

 

Uma imagem das inundações provocadas pela super-tempestade Sandy também está na primeira página do China Daily, onde se vêem residentes de New Jersey a serem transportados para um local seguro num bote insuflável. Na manchete, o matutino escreve “abrir caminho para uma moeda global”. A China deverá implementar um sistema mais eficiente para facilitar o uso, cada vez mais frequente, do yuan nas transacções globais.

 

“Destruição em nova Iorque”, é a manchete do Standard, que também destaca as consequências da passagem do furacão Sandy pela costa leste dos Estados Unidos. O jornal publica ainda alguns relatos de residentes de Hong Kong que vivem nas zonas mais afectadas.