Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Deputados preocupados com segurança dos prédios antigos
Quarta, 17/10/2012

 

O incidente no Edifício Sin Fong Garden, que teve de ser evacuado por correr o risco de ruir, já chegou ao hemiciclo. Naquele que foi o primeiro plenário da nova sessão legislativa, foram muitos os deputados a chamar a atenção do Governo para a necessidade de reforçar a fiscalização dos prédios antigos. As intervenções antes da ordem do dia atingiram um record ou perto disso – foram 21 - e, em vez de uma hora, ocuparam duas.

 

Pereira Coutinho lembrou que antes da evacuação do prédio já há muitos meses que os residentes temiam pela segurança. “Foram efectuadas várias queixas e todas elas caíram em ‘saco roto’ sem quaisquer resultados para evitar a continua degradação do edifício”, lamentou o deputado.

 

Uma opinião partilhada por Chan Meng Kam que apresentou ao plenário uma dessas cartas enviadas pelos moradores e com o carimbo de recepção das Obras Públicas. A hipótese de que os Serviços estavam a par das queixas mas não foram capazes de intervir a tempo levou o deputado a pedir que se responsabilizem os culpados: “Há que questionar a fiscalização da obra por parte do Governo e o seu acompanhamento, assim como a inspecção ao prédio em causa. Caso se verifique que os dirigentes cometeram algum erro, vai desta vez o Governo exigir responsabilidades?”, perguntou Chan Meng Kam.

 

No hemiciclo ouviram-se também apelos à revisão dos regimes de vistoria e de certificação do sector da construção civil. Destaque também para quem defendeu a obrigatoriedade de inspecções regulares aos edifícios, sobretudo numa altura em que, segundo as contas de Chan Meng Kam, Macau tem cerca de quatro mil prédios com 30 anos.