Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Mundial de Karts chega a Coloane com jovem promessa de Macau
Segunda, 08/10/2012

Entre 18 e 21 de Outubro, Macau acolhe o 49º Campeonato Mundial de Karts. Em quatro provas, vão correr mais de 30 pilotos, estrangeiros e um local. O Governo vai gastar 9,5 milhões de patacas na organização do evento.

 

Em vantagem parte o italiano Flavio Camponeschi, que lidera o ranking com 15 pontos de avanço. Mas Macau vai estar bem representada, sublinha o vice-presidente do Instituto de Desporto (ID). “É a maior participação de atletas locais. É um sinal de que o desporto motorizado está a ganhar um certo peso entre os nossos atletas, que já têm mais acesso às provas de alta competição de Karting. Agora temos, ao menos, um atleta com capacidade para estar presente na prova máxima deste campeonato”.

 

O Governo tem subsidiado o piloto local Andy Chan, nos últimos três anos. Uma aposta que, sublinha José Tavares, tem “dado frutos” no campeonato europeu.

 

O presidente da assembleia geral do Automóvel Clube de Macau, Lo Keng Chio, também realça que ao receber o Mundial de Karts, o território está a incentivar os jovens talentos locais. “Macau já assistiu ao progresso de vários pilotos de kart, que chegaram ao nível máximo das competições automobilísticas. Mas é importante continuarmos a apoiar os talentos emergentes”.

 

A organização do evento em Macau lembra que muitos dos grandes pilotos do desporto motorizado, como Ayrton Senna e Michael Schumacher, começaram a acelerar na carreira desportiva ao volante de karts. Agora, têm uma oportunidade de brilhar, na pista de Coloane, 33 jovens pilotos de 16 países e regiões.

 

O Campeonato Mundial de Karts é financiado, localmente, pelo ID e pelos Serviços de Turismo. José Tavares avança que cada organismo paga 4.400 milhões de patacas, num orçamento total de 8.800 milhões. A par deste valor, o ID dá mais de 700 mil patacas, que vai injectar nas contas do Automóvel Clube de Macau, para obras de reparos da pista.