Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

GDI recebeu oito propostas para aterro urbano da zona A
Sexta, 05/10/2012

O Gabinete para o Desenvolvimento de Infra-estruturas (GDI) recebeu oito propostas para a adjudicação da empreitada da zona A dos novos aterros urbanos. A obra, que arranca no início de 2013, deve demorar mais de dois anos e meio (990 dias).

 

O GDI ainda não definiu uma data para a escolha de uma das empresas, entre as que submeteram propostas. Por agora, o gabinete avança também que não há um montante mínimo para o orçamento que consta das propostas.

 

O concurso público, lançado recentemente, é, especificamente, para a adjudicação da empreitada de execução do aterro e construção do dique da zona A, que fica a leste da península, perto da Ponte da Amizade, e tem a maior área - 138 hectares - entre as cinco novas zonas urbanas. Esta zona fica ainda do lado leste da ilha artificial, que está a ser construída para fazer o encontro terrestre da Ponte de Hong Kong– Zhuhai–Macau.

 

O plano do GDI refere que a zona A vai ser destinada ao comércio e à habitação, estando ainda previstos um parque à beira-mar, instalações públicas e sociais, assim como parcelas para o desenvolvimento de indústrias diversificadas.

 

Quanto aos concursos públicos para adjudicação das empreitadas dos outros aterros (zonas B, C, D e E), o GDI pretende lanca-los “na primeira metade do próximo ano”.