Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Passagem subterrânea na Rotunda do Istmo está atrasada
Quinta, 04/10/2012

As obras de construção da passagem inferior na Rotunda do Istmo vão sofrer um atraso. A obra começou em 2011 e a sua conclusão estava prevista para o início do próximo ano.

 

A empreitada deve terminar antes do Ano Novo Chinês mas, segundo o Gabinete para o Desenvolvimento de Infra-estruturas, a via só será aberta a circulação no terceiro trimestre do ano. “Prevemos um atraso de cerca de dois meses por causa da rede de canalizações. Sabíamos que existiam desafios técnicos mas depois encontramos uma situação mais difícil do que esperávamos”, disse hoje o engenheiro Aaron Cheong.

 

Na altura do lançamento da empreitada, o Governo fez um orçamento que podia variar entre os 251 e os 419 milhões de patacas. Agora, Aaron Cheong preferiu não se pronunciar sobre a possibilidade de o atraso vir a implicar custos adicionais.

 

A passagem subterrânea, que vai fazer a ligação entre a Estrada da Baía de Nossa Senhora da Esperança e a Avenida Wai Long, no sentido do aeroporto, tem por objectivo reduzir o engarrafamento na rotunda. “Nas horas de ponta, os carros passam nesta rotunda uma média de 4 mil vezes por hora. Com esta via desnivelada vamos reduzir essa média em pelo menos 20 por cento”, apontou Edison Sio, dos Serviços de Tráfego.

 

O Governo também tem planos para a construção de uma passagem aérea para peões, de seis metros de altura, a toda a volta da Rotunda do Istmo. De acordo com Aaron Cheong, o Gabinete para o Desenvolvimento de Infra-estruturas ainda “não definiu um calendário” para a obra, mas o concurso público para a adjudicação da empreitada “deve ser lançado ainda este ano”.