Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Estudo: Macau deve introduzir melhorias no ensino especial
Quarta, 03/10/2012

Macau deve introduzir melhorias no ensino especial, apesar de o desenvolvimento do sector se ter vindo a revelar bastante satisfatório. São conclusões do estudo do Instituto de Educação de Hong Kong apresentado na sexta-feira às autoridades locais, e a que a Agência Lusa teve entretanto acesso.

 

O estudo teve por base inquéritos conduzidos em 44 escolas. Segundo disse à Lusa um dos investigadores, Sin Kuen Fung, a legislação em Macau é clara e o Governo tem recursos promissores, mas é também preciso um consenso na comunidade em materia de inclusão. Ainda assim, segundo o estudo, "embora a consciência da integração social necessite de evoluir mais, a situação de rejeição ou de discriminação actual não é muito grave". O investigador explica também que "devido às barreiras do ambiente e falta de profissionais, muito trabalho deve ser planeado com antecedência".

 

Segundo dados oficiais, no ano letivo de 2010/2011 havia 1044 alunos com necessidades educativas especiais nas escolas de Macau.