Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

CESL Ásia garante exploração da ETAR de Macau
Quarta, 26/09/2012

O consórcio liderado pela CESL Ásia voltou a garantir a exploração da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Macau, revelou à Rádio fonte da Administração.

 

O consórcio – que integra também a empresa portuguesa Indaqua e a chinesa Tsing Hua Tong Fang – tinha ganho um primeiro concurso e começou a operar a ETAR da Areia Preta a 1 de Outubro de 2011.

 

A decisão do Chefe do Executivo de entregar a ETAR de Macau ao consórcio liderado pela CESL Asia não foi aceite por outros concorrentes, que entregaram vários processos em tribunal, por terem sido excluídos do concurso pela comissão de abertura das propostas.

 

A justiça tem rejeitado a pretensão dos concorrentes, como sucedeu ainda ontem, à excepção de um caso em que o Tribunal de Segunda Instância, primeiro, e Tribunal de Ultima Instância, depois, consideraram que um dos concorrentes foi mal excluído do concurso de gestão da ETAR da Areia Preta.

 

Mais tarde, o Chefe do Executivo anulou a decisão, o que levou a Administração a analisar as propostas de todos os concorrentes. A decisão, agora, volta a ser a mesma. A Administração decidiu entregar, de novo, a concessão da ETAR à CESL Asia.