Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Quarta-feira)
Quarta, 26/09/2012

A imprensa local coloca em grande plano a descoberta de duas carcaças de golfinhos brancos em Macau e uma sondagem da Nova Visão sobre a popularidade dos deputados. Já em Hong Kong, as tensões em torno das Ilhas Diaoyu continuam a fazer as primeiras páginas. Hoje, os matutinos da região vizinha também destacam a discussão em torno da subida do salário mínimo da RAEHK.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

O Va Kio dedica a primeira página às carcaças de dois golfinhos brancos encontrados em Macau. Uma autópsia preliminar leva as autoridades a crer que os golfinhos, mãe e filho, morreram devido a um parto prematuro. O Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais assim como as autoridades de Zhuhai têm mecanismos de conservação de baleias e golfinhos.

 

O Ou Mun coloca também em grande plano os golfinhos. O matutino destaca as observações de alguns peritos, que enumeram três factores principais para a morte de golfinhos brancos: choques contra navios, alterações na qualidade das águas e escassez de alimentos. O diário refere ainda na primeira que a Administração procedeu a mais duas acções de reversão de terrenos, desta vez na Taipa, junto ao Pavilhão do Complexo Desportivo da Universidade de Macau. Os terrenos vão ser reservados para a construção de habitações pública.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A Ou Mun Tin Toi diz, nesta manhã informativa, que a Doca dos Pescadores vai ser sujeita a obras de alargamento, em cerca de 20 por cento. A Rádio noticia ainda que o Governo concede tolerância de ponto, na próxima quarta-feira.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

Na manchete do Business Daily lê-se “investidores de Macau lutam para encontrar um caminho”. O consultor jurídico Carlos Duque Simões diz que o agravamento da economia na China explica a redução do investimento transfronteiriço nos primeiros sete meses. Entre Janeiro e Julho, houve um declínio em termos anuais de 11 por cento nos investimentos. Noutro destaque, o económico refere “a possível subida” da participação da Melco Crown Entertainment no projecto Studio City. O grupo e os seus parceiros vão investir mais 2,8 mil milhões de patacas em capital social.

 

Já o Macau Daily Times diz que “mais de 300 mil residentes vão receber 6 mil patacas através do Regime de Poupança Central”. O Governo vai injectar cerca de dois mil milhões de patacas no Fundo de Segurança Social de forma a garantir que o dinheiro chega a todas as contas individuais. Em grande plano na primeira está ainda o presidente dos Estados Unidos: ”Obama apela às Nações Unidas para enfrentarem a raiz da fúria muçulmana”.

 

O Macau Post dá ênfase às carcaças de dois golfinhos, de uma fêmea e de um bebé, encontradas na costa de Macau. Uma autópsia preliminar indica que o golfinho bebé nasceu prematuramente, o que terá estado na origem da morte dos dois animais. Noutra notícia de capa está Angela Leong. A deputada admitiu ontem a recandidatura nas eleições do próximo ano. A mulher de Stanley Ho espera que os seus trabalhadores a apoiem na corrida, pela via directa, à Assembleia Legislativa.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Hoje Macau destaca uma sondagem da Associação Nova Visão sobre a popularidade dos deputados. O jornal realça que Ng Kuok Cheong é o “favorito” enquanto Angela Leong é a “preterida”. Em terceiro lugar está Pereira Coutinho e Kwan Tsui Hang é quem desce mais na opinião popular. Numa das chamadas de primeira página, o diário diz que “APOMAC escreve ao Chefe do Executivo”, por causa do subsídio de residência, e que Melinda Chan está “ao lado” dos reformados.

 

O Jornal Tribuna de Macau traz também a sondagem da Nova Visão em grande plano. O matutino escreve: “população exige mais aos deputados” e “estudo sobre avaliação à Assembleia Legislativa revela dscida dos representantes dos operários”. Na fotografia está José Paulo Esperança, que apresenta um estudo sobre o potencial do português. O professor afirma que “é preciso redefinir a estratégia da promoção da língua portuguesa”.

 

O Ponto Final escreve em manchete: “deputados em baixa”. Este diário sublinha que a sondagem demonstra que “os deputados eleitos por sufrágio directo baixam em geral nos níveis de satisfação popular”. O destaque fotográfico é feito com a afirmação de Jorge Fão: “somos aposentados de Macau, não da Índia nem do Paquistão”. O dirigente da APOMAC quer subsídio de residência para todos os funcionários aposentados e “agarra-se ao parecer” do Comissariado Contra a Corrupção”.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

Na manchete o South China Morning Post escreve que “aumento de dois dólares de Hong Kong não impressiona”. A subida para 30 dólares por hora do salário mínimo não agrada nem aos patrões nem aos trabalhadores. O patronato alega que o aumento vai forçar a subida dos preços, sobretudo dos géneros alimentícios, e o sector laboral considera que este aumento irá, rapidamente, sucumbir à inflação. Na fotografia lê-se “batalha marítima”. A Guarda Costeira Japonesa envolveu-se numa luta de canhões de água com barcos taiwaneses, ao largo das Diaoyu.

 

O Standard destaca os mesmos temas na primeira página. Sobre o salário mínimo, o diário acrescenta que os trabalhadores querem um aumento para 35 dólares de Hong Kong por hora, em vez dos 30 dólares propostos pelo Governo. O salário mínimo em Hong Kong está fixado nos 28 dólares por hora, desde Maio do ano passado.

 

O China Daily diz, no título principal, que a “marinha navega para uma nova era”. Um porta-aviões está preparado para aumentar a capacidade da China de combate marítimo. O primeiro porta-aviões chinês, encomendado pela marinha do Exército de Libertação do Povo Chinês, foi entregue ontem. O presidente chinês, Hu Jintao, e o primeiro-ministro, Wen Jiabao, participaram na cerimónia que assinalou a chegada do “Liaoning” à marinha chinesa.