Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Subsídio de residência: APOMAC escreve a Chui Sai On
Terça, 25/09/2012

A APOMAC vai escrever ao Chefe do Executivo para pedir uma resolução rápida para a questão do subsídio de residência. É a posição da APOMAC depois do Comissariado contra a Corrupção (CCAC) ter defendido que os aposentados que se fixaram em Portugal na altura da transição devem poder receber subsídio de residência.

 

A carta a enviar a Fernando Chui Sai On pode seguir ainda esta semana, como explica Jorge Fao, presidente da Assembleia geral da APOMAC. Na carta vai pedir-se ao “Chefe do Executivo para tomar uma decisão, rápida, em prol dos queixosos, das vítimas desse processo e também da própria imagem da Administração”, diz Jorge Fao.

 

A associação esteve hoje reunida com os associados para prestar mais esclarecimentos sobre o parecer do CCAC. Um parecer que entende Jorge Fao “foi elaborado, e bem elaborado por uma entidade competente. Nós ficámos muito satisfeitos com o resultado deste relatório”. A associação espera agora “que o poder decisório tome uma postura, uma posição muito rápida, para que as pessoas não sejam mais prejudicadas”, acrescenta Jorge Fao.

 

Os membros da APOMAC não vão desistir dos processos judiciais. “Os processos continuam no tribunal, a menos que, o Chefe do Executivo tome uma posição, revogando esses actos administrativos, ou não o fazendo não apresentando alegações, aos processos que já existem em tribunal”, afirma Jorge Fao.  

 

174 pessoas avançaram com o processo judicial. A APOMAC, segundo números avançados por Jorge Fao, já ajudou com cerca de 300 mil patacas os associados, para custear os encargos com os processos.