Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Presidente do Turismo de Portugal: Jogo "é fundamental"
Segunda, 10/09/2012

O turismo é um dos sectores que mais pode ajudar Portugal em tempos de crise, defende o presidente do Turismo de Portugal, Frederico Costa. Em declarações aos jornalistas depois da cerimónia da abertura do Fórum de Economia de Turismo Global, o responsável sustentou que é “exactamente por a situação estar complicada que é fundamental procurar nos mercados do estrangeiro mais turistas que possam avançar” com a economia do país.

 

Frederico Costa salientou que o turismo representa quase dez por cento do Produto Interno Bruto, sendo responsável por 46 por cento das exportações de bens e serviços. “Arranjar turistas nestes novos mercados só pode mesmo contribuir para a melhoria da nossa economia”, apontou.

 

O presidente do Turismo de Portugal integra a comitiva de Lisboa que acompanha Álvaro Santos Pereira. Com o ministro da Economia e do Emprego vieram também seis empresas do sector e representantes da Associação Portuguesa de Agências de Viagens e Turismo.

 

A presença em Macau está associada à vontade de desenvolver um mercado “especial”, que exige uma relação de confiança para que possa continuar a crescer. “O mercado chinês é aquele que mais aumenta em Portugal”, vincou Frederico Costa. “Apesar de ainda serem números pequenos, a verdade é que nos últimos três anos cresceu uma média de 25 por cento ao ano. Vinte e cinco por cento é um número fantástico. Obviamente que partimos de uma base muito pequena.” Para aumentar esta base, a comitiva de Lisboa participa hoje numa sessão de apresentação de Portugal enquanto destino turístico.

 

Um dos factores que pode levar os turistas da China a Portugal é o facto de o jogo ser uma actividade legal no país. Os casinos portugueses também têm sentido as consequências da crise. O presidente do Turismo de Portugal destaca a importância do sector, uma vez que o jogo permite “o financiamento da actividade turística, nomeadamente a promoção de Portugal enquanto destino turístico, o financiamento às empresas e aos investimentos feitos na área do turismo”.