Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Fórum Macau: Colóquio analisa PME
Quarta, 05/09/2012

Começou hoje o colóquio do Centro de Formação do Fórum de Macau. Na quinta iniciativa do género, analisa-se a capacitação das pequenas e médias empresas dos países de língua portuguesa. No território estão 27 representantes de Angola, Brasil, Cabo Verde, Moçambique e Portugal, que durante 15 dias vão ter palestras temáticas, intercâmbios e visitas.

 

Em debate estão questões como as características e tendências do desenvolvimento sócioeconómico da China, e a cultura das PME e ambiente de investimento em Macau e no Continente. É feita ainda uma análise sobre a estratégia de desenvolvimento de cooperação entre as empresas chinesas e as dos países de língua portuguesa, estando ainda reservado espaço para os modos de investimento na RAEM.

 

Os formandos vão participar no encontro para a cooperação e intercâmbio entre as câmaras de comércio de Foshan, Macau e os países de língua portuguesa. Está também agendada uma sessão de intercâmbio com as PME de Macau, sendo que os participantes rumam a Xiamen para a 16ª edição da Feira Internacional de Investimento e Comércio da China.

 

O objectivo do colóquio que hoje começou é consolidar a capacidade de gestão e criação de pequenas e médias empresas, a fim de melhorar a competitividade no mercado e promover o intercâmbio e cooperação entre as PME da China, de Macau e dos países de língua portuguesa.

 

O colóquio é o primeiro do Centro de Formação do Fórum a decorrer na Universidade da Cidade de Macau (antiga Universidade Aberta Internacional da Ásia), oficializada no ano passado.