Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Daniel Fung: gabinete de protocolo vai centralizar trabalho
Quarta, 29/08/2012

O coordenador do recém-criado Gabinete de Protocolo, Relações Públicas e Assuntos Externos garante que Macau pode agora melhorar a imagem no exterior. Numa reunião com os jornalistas, logo a seguir à publicação da sua nomeação em Boletim Oficial, Daniel Fung justificou a criação do gabinete com o aumento do trabalho nesta área, salientando que, só no ano passado, o território recebeu mais de 60 delegações do exterior. “A ligação ou intercâmbio entre Macau e o exterior (...) tem aumentado e, por isso, precisamos de uma entidade centralizada para gerir esses trabalhos.”

 

Mas para reforçar a imagem de Macau no exterior, o gabinete precisa da colaboração dos outros departamentos governamentais e de uma equipa de qualidade. “Para elevar a qualidade das recepções, protocolos e relações públicas, precisamos de atrair mais pessoas com capacidade, nomeadamente no domínio de diferentes línguas”, sublinhou Daniel Fung, acrescentando que a equipa deverá ser formada por 50 pessoas. Este grupo integra já os cerca de 20 funcionários públicos que, até agora, trabalhavam no Serviço de Protocolo e Relações Públicas do Governo.

 

O coordenador frisou, ainda, que o gabinete não vai interferir nas questões de diplomacia política. “Conforme a Lei Básica, a diplomacia é da responsabilidade do Governo Central, portanto, Macau não tem esse papel. Mas há excepções, como os assuntos externos em áreas como a da economia, saúde e turismo.”

 

E é mesmo no sector do turismo que o gabinete vai, primeiro, ser colocado à prova, já que Macau organiza o Fórum Internacional do Turismo neste ano. Quanto ao orçamento, Daniel Fung diz não ter feito ainda as contas.

 

Daniel Fung, que até agora era assessor do Chefe do Executivo, vai dedicar-se a tempo inteiro ao novo cargo. O mesmo acontece com os coordenadores-adjuntos, Tong Wai Leong, que foi chefe da Divisão Administrativa e Financeira do Instituto do Desporto, e Lei Ut Mui, até ao momento, técnica superior no Serviço de Protocolo e Relações Públicas do Governo.