Em destaque

25 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,0449 patacas e 1,1156 dólares norte-americanos.

 

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (quinta-feira)
Quinta, 09/08/2012

Subsídios para idosos e a Ilha da Montanha dominam a imprensa em chinês de Macau, enquanto que os jornais em português destacam a subida do número de passageiros na Air Macau, os subsídios atribuídos pela Fundação Macau e a recusa da Justiça local em extraditar um sul-coreano que poderia enfrentar a pena capital no seu país. Em Hong Kong, as parangonas fazem-se com duas marcas japonesas de leite em pó que estão a causar preocupações quanto à saúde de bebés.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O jornal Va Kio revela hoje na manchete que “a partir de Outubro vão ser atribuídos subsídios de idosos no valor de seis mil patacas”.

 

Na primeira página, grande destaque, também, para um caso suspeito de falsificação de documento e de peculato por parte de um funcionário da Fundação Macau detectado pelo Comissariado Contra a Corrupção (CCAC). Ainda sobre a Fundação Macau, o Va Kio mostra também um esclarecimento da instituição sobre um funcionário suspeito de uso de um veículo oficial para fins particulares e sob investigação do Comissariado contra a Corrupção. Diz a Fundação Macau que vai reforçar a exigência do cumprimento da lei.

 

Outro título desta primeira página refere a Associação de Beneficência Tung Sin Tong, que ontem assinalou 120 anos numa cerimónia que contou com a presença do Chefe do Executivo, Chui Sai On, e do Vice-Presidente da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, Edmund Ho.

 

No jornal Ou Mun, o maior destaque é dado ao director da Comissão da Gestão da Nova Zona da Ilha da Montanha. Niu Jing garante que vai ajudar as pequenas e médias empresas de Macau que queiram estabelecer-se na Ilha da Montanha.

 

Também em foco está Wong Hon Neng, presidente do Conselho de Consumidores, defendendo que a publicação dos preços alimentares contribui para a transparência e o equilíbrio dos preços dos produtos.

 

Noutro título, a Direcção dos Serviços de Economia anuncia que, após uma inspecção a mais de 200 mercados, a grosso e a retalho, concluiu-se que as reservas para o abastecimento de arroz, óleo, sal e açúcar são suficientes.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

No canal chinês da Rádio Macau, esta manhã está em destaque a notícia da avaria de um autocarro na Ponte de Amizade, na direcção de Macau – Taipa, que causou um engarrafamento do trânsito.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

“Air Macau com mais 51 mil passageiros”, diz o título principal do Jornal Tribuna de Macau (JTM). São dados relativos aos primeiros três meses de 2012, indicando um acréscimo de 15,89 por cento relativamente ao mesmo período do ano passado.

 

Na primeira, o JTM fala, com grande destaque, “No regresso de Chinnery” –  referência para desenhos do pintor britânico que voltam ao Museu de Arte de Macau.

 

Outras duas notícias: “Instituto Cultural reconhece valor à antiga fábrica de panchões” – “ao mesmo tempo”, acrescenta o jornal, o IC “referiu que o problema quanto àquela fábrica prende-se com os diferentes proprietários, e que a sua resolução cabe a outro organismo do Governo”; e “Restaurante com capital português abre em Hong Kong em Setembro”.

 

“Chuvinha da boa – Fundação Macau distribui milhões de patacas”, refere o Hoje Macau a propósito do tema que domina a primeira página. “Maioria das entidades beneficiadas tem deputados como membros, muitos com lugares preponderantes na direcção”.

 

Noutro título destacado, lê-se: “Obras clássicas e contemporâneas da pintura chinesa no Venetian – conjunto da exposição vale mais de 100 milhões”.

 

Espaço, ainda, para os títulos: “Estudo da UMAC conclusivo – ‘Veículos verdes’ fazem muita falta às ruas de Macau”, e “Portugal ganha primeira medalha nas Olimpíadas”.

 

O Ponto Final dá hoje o maior destaque a um sul-coreano “Salvo da Morte”, lê-se na manchete. “A Coreia do Sul pediu a Macau a extradição de um homem acusado de homicídio. Mas o Tribunal de Segunda Instância recusou porque, se fosse entregue, o arguido arriscava a pena capital.”

 

A dividir as atenções surge, ainda, a notícia da exposição de arte chinesa no Venetian. “Arte Imperial – Valem 80 milhões de yuan, quiçá muito mais... Porque representam a História da China, garante em mandarim um dos organizadores”. A mostra “Masters of Ink” abre hoje no Venetian.

 

O jornal chama, ainda, à primeira página as notícias de que “o Governo não rejeita a possibilidade de o novo projecto da Melco ter casino”, “a principal associação que treina croupiês vai continuar a dar formação a menores de 21 anos”, e que “o Museu de Arte de Macau inagurou ontem uma exposição do pintor inglês” George Chinnery.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Macau Daily Times faz manchete com uma reivindicação da Federação das Associações dos Operários de Macau que, segundo o jornal, querem elevar o limite do valor das compensações em caso de despedimento sem justa causa, actualmente fixado nas 14 mil patacas. Para isso, estão a recolher assinaturas.

 

Na edição de hoje, o Macau Daily Times olha com destaque para os consumidores de heroína em Macau – “uma dose de prazer e arrependimentos”.

 

Chamada à primeira, ainda, para os lucros da SJM na primeira metade do ano: bons resultados devem-se, sobretudo, ao mercado de massas, explica o jornal.

 

Este é um tema que também está na primeira do Macau Business Daily, mas aqui a manchete destaca a Fundação Macau que precisa de repensar a sua missão, lê-se no título principal.

 

A instituição recebeu no ano passado 4 mil e 300 milhões de patacas da parte das receitas do jogo que lhe são atribuídas por direito, mas lembra o jornal que a forma como esse dinheiro é depois distribuído revela falta de supervisão. Por isso, diz ao Business Daily o académico Eilo Yu, é preciso repensar a Fundação Macau.

 

Outros temas destacados nesta primeira página: Francis Tam vai hoje à Assembleia Legislativa fazer um balanço das finanças do Governo, e “adolescentes lutam por um posto de trabalho nos casinos”, antes que entre em vigor a lei que impede menores de 21 anos de entrar e trabalhar nas salas de jogo.

 

Finalmente, o Macau Post Daily Independent dá hoje o maior destaque à reivindicação da Federação das Associações dos Operários de Macau: querem pôr fim ao limite do valor das compensações em caso de despedimento sem justa causa.

 

Há mais duas notícias na primeira do Macau Post, ambas relacionadas com o sector do Jogo: acções da MGM China na bolsa de Hong Kong subiram ontem para valor recorde das últimas sete semanas depois de a operadora ter anunciado lucros e o novos progressos quanto a um projecto no Cotai; o outro título refere que, nos Estados Unidos, Sheldon Adelson, o patrão da Las Vegas Sands, processou o National Jewish Democratic Council por difamação. Em causa estão as acusações de que o magnata teria aprovado prostituição nos casinos de Macau.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

O South China Morning Post faz hoje manchete com o alerta lançado aos pais de Hong Kong a propósito de duas marcas japonesas de leite em pó, que revelaram falta de iodo, o que, de acordo com pediatras, pode ser prejudicial à tiróide e afectar o normal funcionamento do cérebro.

 

Na primeira do jornal aparece em grande plano Tang Peng, atleta de Hong Kong que integra a equipa de ténis de mesa presente nos Jogos Olímpicos de Londres. Perdeu a oportunidade de ganhar a medalha de bronze, mas o South China escreve que a participação da equipa masculina de ténis de mesa “renovou a esperança”.

 

Noutra notícia em destaque, o South China informa que o banco HSBC vai usar o direito de preferência para aumentar a participação no Bank of Communications, sedeado em Xangai. Para o jornal, trata-se de uma indicação de que o HSBC está valorizar a aposta no mercado chinês.

 

No jornal The Standard, as parangonas referem um “choque com o leite para bebés” – referência para as duas marcas japonesas de leite em pó com falta de iodo. O jornal destaca o apelo do secretário para a Saúde de Hong Kong para que as crianças até um ano que tenham consumido leite das marcas em causa sejam sujeitas a exames ao sangue.

 

O China Daily, o jornal oficial chinês em língua inglesa, escreve no título principal que a “Europa continua a ser o destino prerefido” dos investidores chineses, de acordo com um relatório revelado ontem. Apesar da crise, o “Velho Continente” ainda atrai capital chinês que procura investimentos nos mercados financeiros e em tecnologia.

 

Noutra notícia chamada à primeira página, o China Daily informa que os “pais de filhos únicos recebem mais apoio”. A província de “Heilongjiang dá início a um programa de subsídios em resposta a pedidos de uma maior abrangência da rede de apoios”.

 

Com destaque surge, ainda, uma fotografia de um “abrigo da tempestade” que se abateu sobre a província de Zhejiang, devido à passagem do tufão Haikui.