Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Central de Incineração contesta multa aplicada pela DSPA
Terça, 07/08/2012

A Central de Incineração de Resíduos Sólidos de Macau não concorda com a multa de 87 mil e 500 patacas imposta pela Direcção dos Serviços de Protecção Ambiental (DSPA), devido a anomalias na emissão de gases.

 

Num anúncio publicado hoje na imprensa de Macau, a Central avança que já contestou a decisão junto dos Tribunais de Macau.

 

O consórcio que opera a Central argumenta que os fundamentos para a aplicação da multa não tomaram em conta as normas técnicas e legais que regulam as operações da Central. Na óptica do consórcio, a DSPA considerou “incorrectamente” excessivos os níveis de emissões que “são legal e contratualmente válidos e normais nos termos da legislação da União Europeia aplicável à operação de centrais de incineração”, lê-se no anúncio.