Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Jones Lang LaSalle confiante no mercado imobiliário local
Terça, 31/07/2012

A empresa de imobiliário Jones Lang LaSalle considera que o mercado de Macau continua a dar sinais de robustez. No primeiro semestre, os números da empresa mostram um aumento no preço das vendas e dos arrendamentos, tanto no sector residencial como de escritórios e de comércio.

 

Entre Janeiro e Junho deste ano, o preço das vendas no mercado residencial de gama média registou um aumento de 19,8 por cento em comparação com há um ano. No segmento de luxo, o aumento foi de 10,5 por cento. Também nos arrendamentos houve subidas: uma valorização de 15,5 por cento no mercado de luxo, e de 15,1 por cento no restante mercado residencial.

 

Subidas mais significativas tiveram os preços das vendas nas propriedades destinadas ao comércio. Em comparação com os primeiros seis meses de 2011, cresceram 59,7 por cento entre Janeiro e Junho deste ano. Já os arrendamentos, aumentaram 45,5 por cento.

 

Para a segunda metade de 2012, Jeff Wong, director para a área residencial da Jones Lang LaSalle, reserva optimismo para o crescimento do mercado, tanto dos arrendamentos, como no preço das vendas, que deverão, estima, aumentar cinco por cento. Para o próximo ano, a palavra de ordem continua a ser optismo, disse o executivo à Rádio Macau: “Para o mercado residencial, continuamos optimistas devido a dois factores: as taxas de juro que esperamos em baixos níveis talvez até 2014, e também o facto de a oferta continuar limitada. As nossas estimativas dizem-nos, aliás, que nos próximos 3 anos a oferta será de menos de duas mil fracções por ano.”

 

A acompanhar o bom desempenho do mercado residencial e de áreas de comércio no primeiro semestre esteve o mercado de escritórios.

 

Gregory Ku, o director da Jones Lang LaSalle Macau, nota mesmo uma nova tendência no mercado local: “Tem havido grandes transacções em Macau. Uma razão, é o imposto de selo especial que impões restrições à venda de imóveis para habitação. As pessoas mudam para uma estratégia de investimento para os espaços de comércio e de escritórios.”

 

Entre os grande negócios na área do comércio e de escritórios que a Jones Lang LaSalle resgistou este ano estão a venda de um espaço comercial na Rua de São Domingos por 168 milhões de dólares de Hong Kong, e três vendas de andares inteiros de edifícios de escritórios no NAPE, valendo entre 80 e 160 milhões de dólares de Hong Kong.