Em destaque

18 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20602 patacas e 1.1314 dólares norte-americanos.

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Sexta-feira)
Sexta, 27/07/2012

Obras na cidade, a recompensa de 10 milhões oferecida pelo promotor do New Century, a Macau Cable TV e a economia local são alguns dos temas em destaque na imprensa que se publica em Macau. Já os jornais de Hong Kong optam por destacar o caso da mulher de Bo Xilai, que vai ser julgada por homicídio, bem como o número de vítimas mortais da tempestade em Pequim, fixado agora em 77.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Va Kio dá grande destaque à construção do Centro Modal de Transportes da Estrada Governador Albano de Oliveira, na Taipa. A obra começa no próximo mês e custa cerca de 42 milhões de patacas. O jornal publica na capa outro texto relacionado também com uma intervenção urbana: as Obras Públicas divulgaram ontem um projecto para garantir aos peões a circulação entre ZAPE e Colina da Guia.

 

Este plano é precisamente o assunto destacado pelo jornal Ou Mun, que refere que vai ser necessário despejar terrenos ocupados ilegalmente para se avançar com a obra. O centro modal da Taipa preenche o resto da primeira página da edição de hoje.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A Ou Mun Tin Toi tem estado a dar conta do encontro mantido ontem entre o Chefe do Executivo e o presidente da comissão municipal de Cantão da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, Su Zhijia.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

Na manchete do Hoje Macau lê-se “Em marcha lenta” – “Agência de notação financeira Fitch revê em baixa crescimento económico de Macau para 2012”. Destaques de primeira página também para mais um episódio do caso New Century – “Kai Sze Wai oferece recompensa de 10 milhões” – e para a venda de edifícios em construção: “Deputados consideram diploma deficitário”.

 

“Sangue estrangeiro, coração de Macau”, escreve o Jornal Tribuna de Macau. É o título para um artigo sobre jovens de várias origens, que “falam sobre identidade e reflectem sobre a cidade”. O JTM puxa ainda para a primeira página a Norte Oeste Expresso: a operadora já pagou a multa de 70 mil patacas. Outro assunto em foco: “Prédio ameaça ruir na Rua do Volong por causa de tufão”.

 

O Ponto Final opta por destacar a recompensa oferecida por Kai Sze Wai, com o título “Crime e consequência”. Em falsa manchete, com uma fotografia de turistas de mochila às costas, lê-se “Aposta low-cost”, numa referência aos novos hotéis do segmento de baixo custo que deverão ser licenciados em breve.

 

Sexta-feira é dia de publicação de O Clarim. Na manchete do semanário católico, “Macau abre a rolha” – “Vinhos portugueses com longo caminho a percorrer na Ásia”. Noutro destaque para a actualidade local, as eleições de 2013, com o título “Advogados e auditores medem forças”.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Macau Daily Times faz manchete de mais uma derrota judicial da Macau Cable TV. A operadora queria impedir os anteneiros de transmitirem os jogos da Premier League, mas a justiça entende que as empresas emitem através de outros meios que não o cabo, pelo que não deu razão à pretensão da Macau Cable TV. No destaque com fotografia, o plano apresentado ontem pelas Obras Públicas: “Novo acesso pedonal para encurtar distância entre o ZAPE e a Colina da Guia”.

 

O Business Daily puxa manchete o produto interno bruto de Macau e a opinião de economistas que consideram que o crescimento está a ser excessivo – um crescimento menos rápido poderia ajudar a evitar o sobreaquecimento da economia. O jornal chama ainda à primeira página um tema de advocacia: 17 anos depois de terem sido propostas, devem ficar concluídas este ano as regras para a constituição de sociedades de advogados.

 

O Macau Post Daily ocupa grande parte da primeira página com o caso do New Century. Ng Wai, o promotor de jogo atacado num restaurante do hotel da Taipa, oferece uma recompensa de 10 milhões de dólares de Hong Kong a quem ajudar a identificar os homens que o feriram. O Post reserva ainda espaço na capa para um condutor de riquexó invulgar: um agricultor chinês garante que foi a pedalar da China até Londres, palco dos Jogos Olímpicos de 2012.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

O South China Morning Post faz manchete do caso de Gu Kailai: “Mulher de Bo Xilai vai a julgamento por homicídio”. No destaque com fotografia, a cerimónia de içar de bandeira nos Jogos Olímpicos de Londres: desde 1988 que Hong Kong não tinha uma delegação ao evento tão expressiva. São 49 os atletas que participam no evento.

 

O Standard também reserva o título principal para o processo da mulher de Bo Xilai. Em foco ainda o protesto do próximo domingo em Hong Kong: os pais que estão contra a introdução do plano de educação nacional vão sair para a rua e levar os filhos, incluindo os mais pequenos.

 

No China Daily, o destaque vai para o número de mortos nas enxurradas que afectaram Pequim, com um novo balanço que fixa o número de vítimas em 77. O jornal oficial faz ainda uma referência na primeira página à presença militar no Mar do Sul da China, garantindo que “as posições-chave estão defendidas”.