Em destaque

13 de Dezembro de 2017: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.5148 patacas e 1.1755 dólares norte-americanos.

Audição: “Deputados não querem desafios", diz Ng Kuok Cheong
Segunda, 23/07/2012

O deputado Ng Kuok Cheong considera que os deputados que querem alterar as regras da audição pretendem “impedir” desafios e “não têm intenção de melhorar a sua qualidade política”. Em declarações à Rádio Macau, o pró-democrata vinca que “não consegue perceber” por que é que há quem queira, dentro da Assembleia Legislativa, que uma proposta de audição só possa chegar a plenário se for subscrita por cinco deputados.

 

Ng Kuok Cheong recorda que, independentemente do número de proponentes, o resultado final é sempre o mesmo. “Quem tem a palavra final são os deputados mais próximos do sistema”, atira. Mas certo é que será mais difícil fazer com que uma proposta de audição chegue a plenário, caso o número seja aumentado para cinco.

 

O assunto esteve em debate esta manhã no canal chinês da Rádio Macau. Chan Meng Kam ouviu o que a população tem a dizer sobre o assunto, mas precisa de estudar a matéria. “Estou a recolher informações, não decidi ainda”, explicou.

 

Menos cauteloso, Ho Ion Sang, também eleito por sufrágio directo, reconhece que há uma divisão na Assembleia Legislativa, mas diz ser favorável a uma alteração às regras para a audição: “É preciso discutir, é preciso ver as propostas. Mas considero que é necessário, através da discussão, ajustar o número de deputados que podem gerar uma proposta de audição, uma vez que cada um dos deputados tem um ponto de vista diferente”.

 

Ho Ion Sang destaca, no entanto, que a audição é um instrumento importante para a fiscalização da acção governativa. A proposta de alteração de dois para cinco deputados deverá ser votada até ao final de Agosto. Por enquanto, ainda não está marcado o plenário em que se vai analisar o assunto.