Em destaque

13 de Dezembro de 2017: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.5148 patacas e 1.1755 dólares norte-americanos.

Cabo Verde quer apoio da China no valor de 500 milhões USD
Segunda, 23/07/2012

O primeiro-ministro cabo-verdiano faz um balanço muito positivo da visita à China. O país procura assinar uma parceria estratégica com o gigante asiático. “A visita à China ultrapassou todas as minhas expectativas. Temos uma relação muito forte, desde a nossa independência, e agora pretendemos elevar o patamar deste relacionamento. Queremos construir uma parceria estratégica com a China, em domínios muito importantes do nosso desenvolvimento, que vai acelerar ritmo da economia cabo-verdiana”. De acordo com José Maria Neves, Cabo Verde necessita do contributo financeiro da China para a construção de grandes infra-estruturas como portos, aeroportos, estradas, água, saneamento, telecomunicações e para a aposta nas energias renováveis.


A China acaba de anunciar um pacote de apoio de 21 milhões de dólares norte-americanos - 8,5 milhões em donativos e 12,5 em empréstimos sem juros - , mas José Maria Neves garante que Cabo Verde quer ir mais longe e garantir um apoio que pode ultrapassar os 500 milhões. Um montante que vai ainda contemplar áreas como o ensino superior, a formação profissional e a construção de algumas infra-estruturas na área cultural assim como no domínio da Administração. “Nós queremos é alargar muito mais do que os 21 milhões, estamos a falar em grandes infra-estruturas que poderão ultrapassar os 500 milhões de dólares”, sublinhou.