Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Autocarros: Petição é entregue no domingo
Sexta, 13/07/2012

A suspensão do aumento das tarifas das operadoras de autocarros, anunciada esta semana, não convence o grupo de residentes que está a organizar um abaixo-assinado. No próximo domingo, é entregue ao Governo uma petição que tem, para já, seis mil assinaturas.

 

À Rádio Macau, Gino Lee, porta-voz do grupo, critica a qualidade do serviço prestado pelas três operadoras, sobretudo pela Reolian. “O Governo deu muito dinheiro, quatro ou cinco mil milhões, às operadoras que prestam o serviço. Nós sabemos que o serviço no último ano, desde 1 de Agosto até agora, não é bom, especialmente o da Reolian”, aponta. As concessionárias “pediram a subida das tarifas em 23 por cento, o que achamos injusto para os residentes de Macau porque, apesar de as tarifas não se reflectirem directamente naquilo que temos de pagar, em moedas ou no Macau Pass, sabemos que o dinheiro do Governo é o nosso dinheiro”.

 

O Governo anunciou esta semana que o aumento das tarifas só vai acontecer depois de as empresas melhorarem a qualidade do serviço de transportes públicos. Mas os autores deste movimento de contestação receiam que a Administração mude de intenções.

 

“Embora Wong Wan, o director dos Serviços de Tráfego, tenha dito que vão parar o plano, pensamos que existe ainda uma possibilidade de o Governo retomar o mesmo movimento. Precisamos de dizer ao Governo que a primeira coisa a fazer é fiscalizar os serviços prestados pelas três empresas”, sublinha o porta-voz do grupo.

 

Hoje à tarde, há mais uma sessão – a última – para a recolha de assinaturas. No domingo, a petição segue para o Governo.