Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Alunos do 12º escorregam no exame de matemática
Terça, 10/07/2012

Mais de metade dos alunos do 12º ano inscritos no exame de Matemática reprovou. As pautas afixadas na Escola Portuguesa (EPM), relativas à primeira fase, indicam que 16, dos 31 alunos que foram a exame, falharam a positiva. Ainda assim, houve dois estudantes que conseguiram alcançar 18 valores. 

 

A Português o cenário é bem diferente. Em 44 alunos apenas cinco não conseguiram passar. Na língua de Camões, a melhor nota foi de 17 valores, alcançada por um estudante. 

 

Esta tarde, alguns estudantes, que estavam na Escola Portuguesa, mostraram-se satisfeitos com os resultados dos exames que lhes podem definir o futuro. Henrique Street estava descontraído. O aluno do 12º, que está quase a fazer 18 anos, tem a passagem para Portugal praticamente garantida, depois de ter passado a Desenho, a Português e a História. "De um modo geral, das disciplinas, acho que foram acessíveis. Quem não estuda não faz", sublinhou, em declarações à Rádio Macau. Henrique ruma agora a Lisboa para tirar o curso de design gráfico.

 

Sidney Monteiro, 17 anos, diz que os exames de Português e Matemática acabaram por ser uma surpresa positiva. “Até um bocadinho mais do que esperava (...) tive 10 a Matemática e 12 a Português. Gostei das notas, passei de ano e isso é que é bom”. O aluno admite que os números eram mais difíceis que o português, situação que, contudo, não lhe atrapalha os planos. "Agora vou tentar o curso de medicina dentária no Porto e se Deus quiser vou entrar".

 

Outra aluna, que prefere não ser identificada, destaca que os exames foram acessíveis e as suas notas razoáveis. “Tive 14 a história e consegui subir um valor na nota final da disciplina. Quanto ao Português tive um ligeiro decréscimo, porque fui a exame com nota de 14 e tive 11”. A aluna quer seguir direito ou relações internacionais e está também indecisa entre ficar em Macau ou ir para fora.

 

Quanto aos resultados dos 10º e 11º, em Física e Química estavam inscritos 23 alunos, faltaram três e quatro reprovaram. A nota mais alta foi 17, uma marca que foi também o valor mais alto registado nos exames de Biologia e Geologia.

 

No 9º ano, a taxa de aprovação a Matemática chegou aos 72 por cento. O resultado supera os 55 por cento verificados em Portugal. Também no 6º ano, que se estreou neste ano lectivo em exames nacionais,  as notas a Matemática na EPM ficam bem acima aos registados em Portugal. No território, 87 por cento dos estudantes tiveram positiva, em Portugal, apenas 56 por cento conseguiram escapar à negativa. 

 

A EPM vai amanhã comentar os resultados dos exames nacionais.